Artist picture of Skank

Skank

772 023 fãs

Artistas semelhantes

Playlists

Biografia

O Skank nasceu em 1991, em Belo Horizonte e lançou seu primeiro disco em 1993 de forma independente. Em 1994, lançou o segundo disco pela gravadora Sony, inaugurando o selo Chaos no Brasil. Intitulado "Calango", o trabalho consagrou a banda com os sucessos "Te Ver", "Jackie Tequila" e a regravação da música "É Proibido Fumar", de Roberto Carlos. Vendendo mais de 1 milhão de cópias, a banda entrou de vez para a música nacional. O disco seguinte, "Samba Poconé" levou os caras para a França, Estados Unidos, Chile, Argentina, Suíça, Portugal, Espanha, Itália e Alemanha, para fazer shows sozinhos ou em festivais ao lado de bandas como Echo & The Bunnymen, Black Sabbath e Rage Against The Machine. O grande destaque deste trabalho no Brasil foi o hit "Garota Nacional", que foi o único exemplar da música brasileira e integrar a caixa Soundtrack for A Century, lançada para comemorar os 100 anos da Sony Music. Enquanto O Samba Poconé chegava a quase 2 milhões de cópias vendidas no Brasil, a banda foi convidada a representar seu país no álbum "Allez! Ola! Olé!", disco oficial da Copa do Mundo de Futebol de 1998. Acompanhando a onda de sons eletrônicos, o Skank lançou músicas com influências psicodélicas e acústicas nos álbuns "Siderado" e "Maquinarama", com destaque para as canções "Resposta", "Saideira" e "Balada do Amor Inabalável". A comemoração de vinte anos de estrada aconteceu com o disco "Ao Vivo Ouro Preto", lançado em setembro de 2001, gravado é claro, em Ouro Preto. Dois anos depois, foi a vez de "Cosmotron", álbum produzido pelo grupo e Tom Capone, que vendeu cerca de 250 mil cópias. Os hits "Supernova", "Dois Rios", "Vou Deixar" e "Amores Imperfeitos" se destacaram nas paradas e o álbum garantiu aos caras, o Grammy de melhor gravação de rock. Depois de tantos sucessos, os mineirinhos resolveram lançar o álbum "Radiola". A compilação lançada em outubro de 2004, contou com a regravação de "Vamos Fugir" de Gilberto Gil e Liminha, e ainda mais três canções inéditas. Em março de 2006, a banda iniciou as gravações de seu nono álbum, Carrossel, que contou com a participação de Chico Neves, produtor que atuou anteriormente em Maquinarama, e Carlos Eduardo Miranda, produtor do Acústico MTV da banda O Rappa. O álbum foi lançado em agosto do mesmo ano e mais uma vez, emplacou vários hits como "Uma Canção É Pra Isso", "Mil Acasos" e "Seus Passos". Ainda no mesmo ano, a banda foi o primeiro grupo brasileiro a ter um álbum lançado por um fabricante de telefones celulares. A Sony Ericsson, lançou um aparelho com o álbum Carrossel completo e o videoclipe de "Uma Canção é Pra Isso". Em Abril de 2007, o Skank, também de forma pioneira, recebe o "Celular de Ouro", reconhecido pela APBD, pela vendagem de 61000 unidades do produto. Em 2008, a banda lança o álbum, Estandarte, que trouxe o sucesso “Sutilmente”, música que chegou ao 4º lugar das mais tocadas no Brasil naquele ano. Em 2010, lança o álbum ao vivo Multishow Ao Vivo - Skank no Mineirão, com as gravações do show para 50 mil pessoas. No ano seguinte, o grupo toca no Rock In Rio 2011, e o show é lançado em CD e DVD em 2012.