Show cover of Caminhar na Graça

Caminhar na Graça

Falar do amor de Deus e aprender a revelar Cristo ao mundo

Músicas

Nada é por acaso
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Quando lemos as Escrituras, podemos até pensar negativamente sobre a atitude de Elimeleque que saiu de Israel e foi para as terras de Moabe, mas será que foi por acaso? Quando lemos sobre o que ele fez com sua família, em Rute, no capítulo um, versículos um e dois.“Nos dias em que os juízes julgavam, houve fome na terra de Israel. E um homem de Belém de Judá foi morar por algum tempo na terra de Moabe, com a sua mulher e os seus dois filhos. Este homem se chamava Elimeleque, e sua mulher se chamava Noemi. Os filhos se chamavam Malom e Quiliom. Eram efrateus, de Belém de Judá. Foram à terra de Moabe e ficaram ali.” (Rute 1.1–2 NAA)Se ele não tivesse se mudado para Moabe certamente não teria sido Rute a tataravó de Davi, ela não teria feito parte da genealogia de Jesus. São nestas coisas, no cumprimento do plano, do propósito de Deus que percebemos o quanto somos ignorantes e não enxergamos tudo, mas Deus, na Sua tremenda misericórdia e graça, conduz tudo no cumprimento de Sua vontade. Que possamos aprender a descansar em Deus, que transforma desgraça em graça, que revela o Seu amor e nos conduz, mesmo que não entendamos tudo, no realizar da Sua vontade.
05:40 19/05/2024
Não dá para resistir
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“E, caindo todos nós por terra, ouvi uma voz que me falava em língua hebraica: “Saulo, Saulo, por que você me persegue? É duro para você ficar dando coices contra os aguilhões!” Então eu perguntei: “Quem é você, Senhor?” Ao que o Senhor respondeu: “Eu sou Jesus, a quem você persegue. Mas levante-se e fique em pé. Eu apareci a você para constituí-lo ministro e testemunha, tanto das coisas em que você me viu como daquelas pelas quais ainda lhe aparecerei.” (Atos dos Apóstolos 26.14–16 NAA)O Senhor tinha algo especial para Paulo. Ele seria Sua testemunha em toda região dominada pelo Império romano, fazendo a salvação de nosso Deus conhecida a todos. Mas Paulo não fez só isso, pois sem saber é o responsável por mais da metade das cartas no Novo Testamento que nos permite conhecer os planos e propósito de Deus. Paulo não resistiu ao chamado do Senhor, assim como nós, não podemos resistir e devemos nos submeter, fazendo tudo que nos é pedido, pois mesmo que não tenhamos ideia do todo, Deus nos usa segundo a Sua vontade, alcançando talvez, muitas gerações depois da nossa.Que possamos entender que não dá para resistir ao amor de nosso Deus que de diferentes maneiras nos chama para viver o Seu reino e vontade neste mundo. Que aprendamos a nos submeter e não a resistir, para que a vontade do Pai, possa se realizar não só nas nossas vidas, mas de todas as pessoas à nossa volta, como a gerações que virão depois da nossa.
03:29 19/05/2024
Para achar o conhecimento de Deus
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .No livro de Provérbios temos o caminho para conhecermos a Deus e revelarmos temor, como podemos ler a instrução que nos é dada no capítulo dois, do versículo um ao seis.“Meu filho, se você aceitar as minhas palavras e guardar no seu coração os meus mandamentos; se você der ouvidos à sabedoria e inclinar o seu coração ao entendimento; sim, se você pedir inteligência e gritar por entendimento; se buscar a sabedoria como a prata e a procurar como se procuram tesouros escondidos, então você entenderá o temor do SENHOR e achará o conhecimento de Deus. Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem o conhecimento e a inteligência.” (Provérbios 2.1–6 NAA)É impossível conhecermos o Senhor e revelarmos o verdadeiro temor que não através da disposição de um coração em desejar ardentemente isso, não tem como alcançarmos, se não por meio da sabedoria, entendimento e conhecimento por meio das Escrituras e dando ouvidos ao que ela nos afirma. Somente conheceremos o Senhor, através das Escrituras, aceitando por fé o que ela nos afirma.
04:09 18/05/2024
O testemunho diante de autoridades
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“De fato, no dia seguinte, vindo Agripa e Berenice, com grande pompa, tendo eles entrado na sala de audiência juntamente com oficiais superiores e homens eminentes da cidade, Paulo foi trazido por ordem de Festo.” (Atos dos Apóstolos 25.23 NAA)Nesta, como em outras situações, o que podemos observar são as palavras do Senhor se cumprindo na vida de Paulo, pois ele pode testemunhar do reino, do evangelho e da salvação de nosso Deus, não somente a alguns, mas perante: reis, governadores, autoridades e pessoas eminentes das cidades. Assim, vemos a vontade de Deus se cumprindo na vida de Paulo e através dele, pois o evangelho estava chegando a todos. Se ele estivesse livre, provavelmente não poderia estar diante dessas pessoas dando o testemunho que lhe competia.Nesta situação e muitas outras que aprendemos que uma aparente maldade, na realidade se trata do plano de Deus, para que todos, como Paulo, que ofertem a suas vidas à vontade do Pai, possam desempenhar o seu papel, revelando a glória e a salvação prometida a todas as pessoas em todo o tempo e lugar, por isso, não podemos reclamar do que estamos passando, mas sermos a luz no mundo que o Pai nos chama para sermos.
03:07 18/05/2024
Uma consciência pura
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Nosso empenho é para fazermos tudo debaixo da vontade de Deus, para que tenhamos uma consciência pura diante Dele e dos homens, como Paulo afirma em seu testemunho perante o governador. Atos, capítulo vinte e quatro, do versículo dez ao dezesseis.“Quando o governador fez sinal para que Paulo falasse, ele disse: — Sabendo que há muitos anos o senhor é juiz desta nação, sinto-me à vontade para me defender. O senhor mesmo pode verificar que não se passaram mais de doze dias desde que fui a Jerusalém para adorar a Deus; e que não me acharam no templo discutindo com ninguém, nem agitando o povo, fosse nas sinagogas ou na cidade; nem podem provar diante do senhor as acusações que agora fazem contra mim. Porém confesso ao senhor que, segundo o Caminho, a que chamam seita, assim eu sirvo ao Deus de nossos pais, acreditando em todas as coisas que concordam com a lei e os escritos dos profetas, tendo esperança em Deus, como também estes a têm, de que haverá ressurreição, tanto de justos como de injustos. Por isso, também me esforço por ter sempre uma consciência pura diante de Deus e dos homens.” (Atos dos Apóstolos 24.10–16 NAA)Assim como Paulo devemos buscar agir não segundo os nossos desejos e nem usando dos recursos deste mundo para manipular as pessoas, mas a mensagem que anunciamos deve ser clara, sem rodeios, sofismas ou manipulações, para que tudo que fizermos expresse a justiça de Deus e nos permita ter uma consciência pura diante do Pai e dos homens, pois temos que revelar a glória do Senhor.
04:19 17/05/2024
Nas pequenas coisas, a mão de Deus
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Então Félix, conhecendo mais acuradamente as coisas relacionadas com o Caminho, adiou a causa, dizendo: — Quando chegar o comandante Lísias, tomarei uma decisão a respeito do caso de vocês. E ordenou ao centurião que conservasse Paulo na prisão, tratando-o com tolerância e não impedindo que os seus próprios o servissem.” (Atos dos Apóstolos 24.22–23 NAA)Não que isso seja esperado e não possa acontecer conosco ou mesmo que situações diferentes tenham ocorrido na vida de Paulo, pois mesmo sem merecer, ele foi açoitado, aprisionado, acorrentado. Tudo isso pode nos sobrevir, mas independente do que esteja acontecendo e das circunstâncias, podemos ter momentos de alívio, como o que Paulo teve, diante da decisão do governador e também momentos difíceis, mas o que temos que entender e aprender que independente de uma ou outra situação, temos que revelar as virtudes de Deus, pois o que importa é que O revelemos em todas as situações, mas que não deixemos de ver a Sua mão nas pequenas coisas, trazendo alívio.Precisamos aprender a glorificar a Deus e sermos gratos por tudo que passamos, mesmo nas dificuldades, reconhecermos a mão do Senhor operando em nosso favor, nos trazendo alívio em situações como ocorreu diversas vezes na vida de Paulo. O importante é entendermos que temos que revelar a glória do Senhor e expressarmos gratidão por tudo que estejamos passando, mesmo que não seja fácil algumas vezes.
03:11 17/05/2024
Invertendo os fatos
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Paulo foi acusado de promover desordens entre os judeus no mundo inteiro, como afirmam diante do governador, como está em Atos vinte e cinco, do versículo cinco ao nove, mas de fato foi assim?“Porque, tendo nós verificado que este homem é uma peste e promove desordens entre os judeus do mundo inteiro, sendo também o principal agitador da seita dos nazarenos, o qual também tentou profanar o templo, nós o prendemos com o intuito de julgá-lo segundo a nossa Lei. Mas, sobrevindo o comandante Lísias, o arrebatou das nossas mãos com grande violência, ordenando que os seus acusadores viessem à presença do senhor. Se o interrogar, o senhor mesmo poderá tomar conhecimento de todas as coisas de que nós o acusamos. Os judeus também concordaram na acusação, afirmando que estas coisas eram assim.” (Atos dos Apóstolos 24.5–9 NAA)Tanto por parte do comandante que inverteu a ordem das coisas, como os acusadores que torceram os fatos diante do governador, pois declararam Paulo o responsável por promover a desordem, mas na realidade, sabemos, segundo os relatos de Lucas que eram os judeus e os religiosos, por não concordarem com Paulo, que instigaram a desordem em cada cidade. Mas, faz diferença? Não! Sendo mentira ou verdade do que o acusavam, Paulo estava sujeito ao plano que Deus estabeleceu e fez tudo segundo a vontade do Senhor, para poder testemunhar diante das pessoas importantes em sua época.
04:54 16/05/2024
Omitindo os fatos
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“O comandante escreveu uma carta nestes termos: “Cláudio Lísias ao excelentíssimo governador Félix. Saudações. Este homem foi preso pelos judeus e estava prestes a ser morto por eles, quando eu, sobrevindo com a guarda, o livrei, por saber que ele era romano.” (Atos dos Apóstolos 23.25–27 NAA)Sim, de fato, ele livrou Paulo, ele soube do que estava acontecendo na cidade, encontrou as pessoas tentando matá-lo, então o livrou da situação. Mas por que era cidadão romano? Não! Ele nem sabia, ficou sabendo depois, quando mandou prendê-lo e açoitá-lo. O que aprendemos? Muitas vezes não agimos diferente desse comandante, invertemos os fatos, para não nos prejudicarmos diante de uma pessoa que tem autoridade sobre nós. Mas devemos agir assim? Como cristãos devemos omitir ou alterar um fato para não nos prejudicar? Temos que pensar sobre isso e refletir o que de fato importa e o que glorifica a Deus e revela justiça.Não é querendo nos poupar que experimentaremos e viveremos a vontade de Deus, não podemos agir torcendo os fatos, temos que assumir o compromisso e de fato declararmos sem mentiras. Somos chamados para praticarmos a justiça, não mentirmos e sermos expressão de vida de nosso Deus no mundo, por isso, não podemos omitir os fatos que nos prejudicariam.
03:00 16/05/2024
Mesmo capacitado, não confiar
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .As palavras de Davi no Salmo, quarenta e quatro, versículo seis, nos ajuda a lembrar que embora muitas vezes capacitados, não podemos confiar em nosso conhecimento e capacidade recebida, como podemos ler.“Não confio no meu arco, e não é a minha espada que me salva.” (Salmo 44.6 NAA)A nossa salvação ou escaparmos de situações não está na nossa capacidade, muito menos no nosso conhecimento ou força, pois quem pode nos livrar e nos conduzir na plenitude de vida é o nosso Deus. Quando nos submetemos a Ele, mesmo diante de circunstâncias difíceis, tendo os recursos e conhecimento, devemos compreender que quem nos livra é o Senhor, mas independente de qualquer coisa: livrarmos ou não, nossa vida é para Sua glória e revelar as Suas virtudes.
03:54 15/05/2024
Uma jornada nada fácil
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Na noite seguinte, o Senhor, pondo-se ao lado de Paulo, disse: — Coragem! Pois assim como você deu testemunho a meu respeito em Jerusalém, é necessário que você testemunhe também em Roma.” (Atos dos Apóstolos 23.11 NAA)Temos que entender que muitas vezes, como na vida de Paulo, podemos passar por uma jornada difícil. Podendo testemunhar a todos de maneira livre, não é isso que acontece com ele. Mas sabemos que se estivesse livre, não falaria a todas as pessoas que precisavam ouvir a mensagem da salvação e da chegada do reino. Por isso, devemos confiar no julgamento do Senhor e saber que independente das circunstâncias, precisamos testemunhar a todos o que Deus coloca em nossas mãos, sobre a Sua vontade.Não importam as circunstâncias, pois se elas foram permitidas em nossas vidas, devemos, independente da situação, manifestar as virtudes de Deus nas relações para que seja um testemunho fiel do compromisso e da compreensão de quem somos em nosso Deus e assim, revelarmos a glória do Pai.
02:35 15/05/2024
Não podemos nos deixar abater
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Como o salmista, no capítulo quarenta e três, versículo cinco, não podemos nos deixar abater pelas circunstâncias e pelas coisas que enfrentamos, como podemos ler.“Por que você está abatida, ó minha alma? Por que se perturba dentro de mim? Espere em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu.” (Salmo 43.5 NAA)Quando nos falta entendimento, nós nos deixamos abater pelas circunstâncias e pelas coisas que enfrentamos na vida, mas não podemos. Não podemos nos deixar guiar pelo que nos sobrevém, mas, convictos da presença de Deus, confiar em Suas promessas e passar pelo vale da sombra e da morte sabendo que Ele está conosco, que Sua presença é certa e que Ele nos guia na jornada.
03:55 14/05/2024
O propósito para sua vida
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Então ele disse: “O Deus de nossos pais escolheu você de antemão para conhecer a vontade dele, ver o Justo e ouvir a voz dele. Porque você terá de ser testemunha dele diante de todos, anunciando as coisas que você tem visto e ouvido. E agora, o que está esperando? Levante-se, receba o batismo e lave os seus pecados, invocando o nome dele.”” (Atos dos Apóstolos 22.14–16 NAA)Todos nós somos chamados para sermos Suas testemunhas fiéis, para revelarmos a Sua glória, agindo como Seus imitadores, revelando as virtudes do Pai, para que o mundo possa vê-Lo em nós, como cartas vivas, como o bom perfume, manifestando Sua compaixão, misericórdia, graça e amor a todos nas relações. Devemos e precisamos proclamar o Seu nome, Sua salvação e, principalmente, agir como Ele nas relações, expressando o Seu amor. Devemos, portanto, cientes que estamos diante de Sua face, tendo os nossos pecados lavados, santificar o nosso proceder por causa da Sua glória.Não devemos viver de outra maneira, pois como Paulo, o propósito de nossas vidas é revelar a glória do Pai, sendo Seus imitadores, proclamar a Sua salvação e sermos imitadores de Cristo, demonstrando o amor do Pai, como cartas vivas e o bom perfume de Cristo, revelando a fragrância do Seu conhecimento no mundo, através das nossas relações.
03:06 14/05/2024
Faltando a consciência de onde estamos
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Quando lemos o que o salmista afirma no livro de Salmos, capítulo quarenta e dois, versículos um e dois, podemos perceber que para ele o lugar da presença de Deus era no templo.“Assim como a corça suspira pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando irei e me apresentarei diante da face de Deus? As minhas lágrimas têm sido o meu alimento dia e noite, enquanto me dizem continuamente: “E o seu Deus, onde está?”” (Salmo 42.1–3 NAA)Não podemos nos deixar guiar pelos nossos sentimentos e desejos, mas, termos o entendimento da obra de Deus, onde Cristo nos colocou e como Ele nos apresentou diante do Pai, para que houvesse em nós o desejo de conhecê-Lo, para que à medida que caminharmos, tomemos consciência de que estamos na Sua presença, que Nele nos movemos e que tudo que fizermos é para revelar a Sua glória. Quando nos falta entendimento e conhecimento, agimos de forma religiosa, nos afastando cada vez mais da vontade do Pai.
06:15 13/05/2024
Agindo pelo nosso sentimento
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Quando ouvimos estas palavras, tanto nós como os daquele lugar rogamos a Paulo que não fosse a Jerusalém. Mas ele respondeu: — O que estão fazendo, ao chorar assim e partir o meu coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus.” (Atos dos Apóstolos 21.12–13 NAA)Paulo tinha a convicção de que precisava ir para Jerusalém, mesmo tendo o entendimento do que lhe sobreviria, mas não se desviou do propósito que Deus lhe havia dado como direção, mesmo que os irmãos lhe rogassem o contrário. Nós não podemos fazer o que desejamos, mas o que precisamos dentro do que Deus nos fala e nos prepara. Assim como Paulo, precisamos imitá-lo quando temos a convicção da vontade de Deus, mesmo que venhamos a padecer.Não podemos agir pelo nosso sentimento, como fizeram os irmãos ao tomarem conhecimento do que lhes fora revelado sobre o que aconteceria a Paulo. Ele tinha entendimento claro há muito mais tempo do que deveria fazer, assim como ele, precisamos conhecer o Senhor para não nos desviarmos, fundamentados em nossos sentimentos e desejos, do que Deus nos chama para realizar.
02:51 13/05/2024
Falando do que não entendemos
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Na nossa religiosidade falamos do que não conhecemos e não somos diferentes de Jó e como ele precisamos conhecer a Deus, para que glorifiquemos o Seu nome. Jó, capítulo quarenta e dois, do versículo um ao seis.“Então Jó respondeu ao SENHOR e disse: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Tu perguntaste: ‘Quem é este que, sem conhecimento, encobre os meus planos?’ Na verdade, falei do que eu não entendia, coisas que são maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia. Disseste: ‘Escute, porque eu vou falar; farei perguntas, e você me responderá.’ Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza.”” (Jó 42.1–6 NAA)Temos e precisamos buscar o conhecimento do Pai, quando recebemos a Sua salvação pela graça, mediante o que Cristo fez, não podemos ter outra atitude que não buscar Nele o conhecimento, pois é nisto que compreendemos quem Ele é e aprenderemos com Ele como devemos agir, pois temos o papel e a responsabilidade de revelar o Pai ao mundo e só O revelaremos quando O conhecermos. E O conheceremos quando buscarmos de todo o coração desejando conhecê-Lo, como é, não segundo os nossos desejos, por isso não podemos falar do que não entendemos e nem de quem não conhecemos.
06:29 12/05/2024
Mesmo tendo ensinado
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“— E agora eu sei que todos vocês, em cujo meio passei pregando o Reino, não mais verão o meu rosto. Portanto, no dia de hoje testifico diante de vocês que estou limpo do sangue de todos, porque jamais deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus. Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho no qual o Espírito Santo os colocou como bispos, para pastorearem a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue. Eu sei que, depois da minha partida, aparecerão no meio de vocês lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que até mesmo entre vocês se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás de si. Portanto, vigiem, lembrando que, durante três anos, noite e dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, cada um de vocês.” (Atos dos Apóstolos 20.25–31 NAA)Não podemos ter outra expectativa, pois não só surgirão, como no próprio meio se levantarão pessoas sem escrúpulos que não se guiam pela verdade, mas por seus desejos gananciosos. Não tem outra forma de combater que não pelo ensino, andar na verdade, praticar a justiça e sermos modelos para o rebanho, procurando vigiarmos e estarmos atentos não só para não deixarmos que corruptos assolem a família, para que nós mesmos não venhamos a nos perder em nossos desejos egoístas. Temos que cuidar uns dos outros, precisamos cuidar do rebanho do Senhor, pois a igreja é Dele e Ele nos incumbiu deste papel: zelarmos uns pelos outros.Mesmo com todo ensino, com toda a prática e exemplos, não quer dizer que não aparecerão lobos vorazes no meio da família, querendo perverter o evangelho do Senhor, por isso precisamos estar comprometidos com o Pai e Sua vontade, para sermos servos fiéis e não nos corrompermos, também na jornada.
03:41 12/05/2024
Podemos dar algo para Deus?
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Na nossa mente religiosa e na nossa forma de pensar, podemos até achar que podemos dar algo para Deus, mas, nas palavras que Ele fala a Jó, entendemos que não. Jó, capítulo quarenta e um, versículo onze.“Quem primeiro deu algo a mim, para que eu tenha de retribuir-lhe? Pois o que está debaixo de todos os céus é meu.”” (Jó 41.11 NAA)Tudo que Ele fez, tudo é criação Sua, então termos a arrogância que podemos oferecer algo a Deus em troca do Seu favor é ledo engano, não temos nada a oferecer, pois o ser humano está morto em seus delitos e pecados, mas, devemos reconhecer a nossa miserabilidade, nos submeter a Ele, reconhecendo que dependemos inteiramente da Sua graça e amor revelados em Cristo Jesus.
04:53 11/05/2024
O desejo de estar em Jerusalém
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Paulo já tinha resolvido não aportar em Éfeso, pois não queria demorar-se na província da Ásia. Ele tinha pressa, pois queria, caso lhe fosse possível, passar o dia de Pentecostes em Jerusalém.” (Atos dos Apóstolos 20.16 NAA)Ele sabia que precisava estar em Jerusalém, somente não estaria se o Espírito o impedisse, mas não era esse o plano de Deus, pois a sequência dos fatos que precederam sua chegada a Jerusalém, demonstram isso. Se ele não estivesse em Jerusalém, nada do que aconteceu, teria sido da forma que foi. Pois foi mediante a sua prisão que ele pode testemunhar a reis, governadores e a todas as pessoas importantes de sua época. Não podemos ver essas coisas acontecendo, como se fosse capricho ou mesmo obra do acaso.O desejo de estar em Jerusalém, não brotou simplesmente do seu coração, mas era o Espírito de Deus, conduzindo-o e preparando-o para essa jornada. Ele já sabia que ia para Roma, mas ainda não tinha todo o contexto, pois o Senhor não só o preparava, como ia fortalecendo para o que sobreviria.
02:44 11/05/2024
Ganância acima de qualquer coisa
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .O que podemos observar na visão dos ourives não era a preocupação com a sua deusa ou com o templo ou mesmo com sua espiritualidade, mas, em perder o lucro que a sua atividade representava, como podemos ler em Atos, no capítulo dezenove, do versículo vinte e três ao vinte e sete.“Por esse tempo, houve grande tumulto em Éfeso por causa do Caminho. Pois um ourives, chamado Demétrio, que fazia modelos de prata do templo de Diana e que dava muito lucro aos artífices, convocando-os juntamente com outros do mesmo ofício, disse-lhes: — Senhores, vocês sabem que a nossa prosperidade vem deste ofício. E agora vocês estão vendo e ouvindo que não só em Éfeso, mas em quase toda a província da Ásia, este Paulo tem persuadido e desencaminhado muita gente, afirmando que os deuses feitos por mãos humanas não são deuses de verdade. Não somente há o perigo de que o nosso negócio caia em descrédito, como também de que o próprio templo da grande deusa Diana seja considerado sem valor, e que até venha a ser destruída a majestade daquela que toda a província da Ásia e o mundo adoram.” (Atos dos Apóstolos 19.23–27 NAA)Não há nas palavras do ourives qualquer intenção de defender a religião, a sua deusa, mas unicamente a preocupação em perder os lucros que advinham do serviço que faziam: vender imagens da deusa. É sobre este tipo de atitude que devemos nos preocupar, pois se agimos segundo o mesmo princípio e motivação, certamente não estamos fazendo diferente. Quando fazemos e aceitamos qualquer coisa para atrair pessoas que não seja o fundamento do evangelho, da comunhão e do ensino do Senhor, certamente, estamos sendo tão gananciosos como eles, pois estamos preocupados com os recursos e não que as pessoas conheçam o evangelho.
04:32 10/05/2024
Sementes plantadas pelo Espírito
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Depois destas coisas, Paulo resolveu, no seu espírito, ir a Jerusalém, passando pela Macedônia e Acaia. Ele dizia: — Depois de passar por Jerusalém, preciso ir também a Roma.” (Atos dos Apóstolos 19.21 NAA)Ele sabia que tinha que ir a Roma, só não sabia como e nem o que o aguardava. É assim que Deus opera. Vai plantando em nosso coração a Sua vontade, nos conduzindo na direção que Ele deseja. Muitas vezes não temos ideia do todo, como Paulo, mas à medida que avançamos, as coisas vão ficando mais claras e Ele vai nos preparando para o que temos que enfrentar.Na nossa jornada é assim: sementes são plantadas em nosso coração pelo Espírito, nos conduzindo em direção à vontade do Pai, para que possamos caminhar para realizar o que Ele deseja que façamos. As coisas não acontecem por acaso e nem de qualquer maneira, mas vão sendo planejadas e executadas enquanto vamos caminhando.
02:30 10/05/2024
Literalmente queimar o passado
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Por causa do testemunho, dos acontecimentos, muitos vieram a crer no evangelho, a abandonar as práticas religiosas de seus antepassados, para viverem o evangelho do Senhor Jesus como podemos ler em Atos, no capítulo dezenove, do versículo dezessete ao dezenove.“Este fato chegou ao conhecimento de todos os moradores de Éfeso, tanto judeus como gregos. Veio temor sobre todos eles, e o nome do Senhor Jesus era engrandecido. Muitos dos que creram vieram confessando e denunciando publicamente as suas próprias obras. Também muitos dos que haviam praticado magia, reunindo os seus livros, os queimaram diante de todos. Calculado o valor dos livros, verificaram que chegava a cinquenta mil denários.” (Atos dos Apóstolos 19.17–19 NAA)Isto é literalmente queimarmos as carroças, lançarmos fora todo um conjunto de crenças e valores religiosos, porque entenderam o evangelho, porque compreenderam a salvação e que não se tratava de práticas religiosas ou rituais, mas uma maneira de viver que expressa e revela o reino de Deus. Temos que entender que não se trata de viver uma religião, mas, vivermos a eternidade, aqui hoje, andando segundo os valores eternos, manifestando as virtudes do Pai nas nossas relações, para que possamos ter um pequeno gosto da eternidade. O evangelho não fala do que os outros precisam fazer, mas como herdamos a eternidade e como devemos viver as relações, fundamentadas no compromisso com o Pai, por isso, podemos lançar fora, queimar tudo, abandonar todo um conjunto de regras e rituais que não nos levam ao conhecimento de Deus.
05:14 09/05/2024
O foco no ensinar
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Durante três meses, Paulo frequentou a sinagoga, onde falava ousadamente, discutindo e persuadindo a respeito do Reino de Deus. Mas como alguns deles se mostravam teimosos e descrentes, falando mal do Caminho diante da multidão, Paulo se afastou deles. E, levando consigo os discípulos, passou a falar diariamente na escola de Tirano. Paulo fez isso durante dois anos, de modo que todos os habitantes da província da Ásia ouviram a palavra do Senhor, tanto judeus como gregos.” (Atos dos Apóstolos 19.8–10 NAA)Simples assim, não existe outra maneira. Não podemos deixar que pessoas que se opõem ao evangelho possam contaminar aqueles que desejam aprender e conhecer a verdade. Somos chamados para viver o reino de Deus, ensinar sobre ele e como devemos viver e revelar este reino na terra. Mas, quando há pessoas que falam mal e não querem aprender, melhor se afastar do que ficar perdendo tempo, pois estes poderão contaminar outros.O nosso compromisso deve ser com o ensino dos valores do reino de Deus, conduzindo as pessoas à compreensão que se trata de uma maneira de viver, fundamentado no entendimento de quem somos em Deus e Sua obra em nosso favor, nos capacitando para revelarmos as Suas virtudes no mundo e não a viver uma prática religiosa.
03:19 09/05/2024
Não precisamos ter medo
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Nas diferentes situações que Paulo viveu, passou por perseguição, teve situações em que o Senhor acalmou o seu coração, como podemos ler em Atos, no capítulo dezoito, do versículo nove ao onze.“Certa noite Paulo teve uma visão em que o Senhor lhe disse: — Não tenha medo! Pelo contrário, fale e não fique calado, porque eu estou com você, e ninguém ousará lhe fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade. Assim, Paulo permaneceu em Corinto um ano e seis meses, ensinando entre eles a palavra de Deus.” (Atos dos Apóstolos 18.9–11 NAA)Muitas vezes perdemos o norte ou ficamos preocupados, ansiosos pelas situações que passamos ou que poderemos enfrentar, mas temos que aprender a viver cada momento intensamente, cumprindo o nosso papel no mundo, pois não só vivemos segundo os valores eternos, mas temos que falar sobre a verdade, a salvação, a reconciliação, o pecado, pois este é nosso papel. Por isso, não precisamos ter medo do que pode nos sobrevir, pois se nos acontecer algo é porque Deus, o Pai o permitiu e tem algo maior para cumprimos no Seu plano.
04:58 08/05/2024
Atitude para quem rejeita
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Quando Silas e Timóteo chegaram da Macedônia, Paulo se entregou totalmente à palavra, testemunhando aos judeus que Jesus é o Cristo. Como eles se opuseram e blasfemaram, Paulo sacudiu as roupas e disse-lhes: — Que o sangue de vocês caia sobre a cabeça de vocês! Eu estou limpo dele e, a partir de agora, vou para os gentios.” (Atos dos Apóstolos 18.5–6 NAA)A todos devemos anunciar, falar e pregar sobre a verdade, mostrando o caminho que nos conduz à vontade de Deus e ao conhecimento Dele, mas caso as pessoas rejeitem, depois de termos anunciado, devemos ter a mesma atitude e não insistir. Não podemos perder tempo, pois este é breve e precisamos encher a terra com o conhecimento da vontade de Deus, temos que revelar a Sua glória onde e com quem estivermos, sempre caminhando em frente e não perdermos tempo com quem rejeita a mensagem de salvação.A atitude que devemos ter com quem rejeita a palavra de Deus é simples: não perder tempo, mas avançar, buscando pessoas que não querem simplesmente ser religiosas, mas que desejam conhecer e compreender a vontade do Pai. À medida que caminhamos, vivemos o reino na terra, segundo as virtudes do Criador e anunciamos a Sua salvação, estamos sendo luz neste mundo e instrumentos para a glória do Pai.
02:51 08/05/2024
A insistência de Paulo
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Paulo revela em todo o tempo de seu ministério a preocupação com as pessoas e o seu desejo que conheçam a libertação por meio de Cristo, como podemos observar o que fazia em Atenas todos os dias, como está em Atos, no capítulo dezessete, versículo dezesseis e dezessete.“Enquanto Paulo os esperava em Atenas, o seu espírito se revoltava em face da idolatria dominante na cidade. Por isso, falava na sinagoga com os judeus e os gentios piedosos; também na praça, todos os dias, com os que se encontravam ali.” (Atos dos Apóstolos 17.16–17 NAA)Termos o mesmo entendimento de Paulo, a mesma preocupação com as pessoas e a insistência em falar e ensinar sobre a vontade de Deus, trazendo a todos a oportunidade de ouvir a mensagem da salvação. Não era com a idolatria que Paulo estava preocupado, mas com a cegueira de um povo, mesmo que fossem religiosos. Assim como Ele, devemos agir: conversar, ensinar, falar e insistir, sem sermos pedantes sobre a vontade de Deus e a Sua salvação.
03:08 07/05/2024
Nos falta a consciência da presença de Deus
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Então Paulo, levantando-se no meio do Areópago, disse: — Senhores atenienses! Percebo que em tudo vocês são bastante religiosos, porque, andando pela cidade e observando os objetos de culto que vocês têm, encontrei também um altar no qual aparece a seguinte inscrição: “AO DEUS DESCONHECIDO”. Pois esse que vocês adoram sem conhecer é precisamente aquele que eu lhes anuncio. — O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas; nem é servido por mãos humanas, como se precisasse de alguma coisa, pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais.” (Atos dos Apóstolos 17.22–25 NAA).Esta é a consciência e o entendimento que devemos ter de nosso Deus, pois só assim caminharemos em temor, na direção que Ele nos chama para viver. Ele, por meio de Sua oferta, expressando o Seu amor, enviou o Seu Filho para que por meio de Sua morte e ressurreição, recebêssemos da Sua vida eterna, pois quando a Ele nos submetemos como Senhor e Salvador, somos feitos um novo ser, uma nova criatura, recebemos da Sua natureza e somos capacitados para rejeitar toda obra da carne e pensamento religioso, para andarmos na Sua vontade, conscientes de Sua presença em todo o tempo e lugar, pois Nele nos movemos.Não temos outra maneira de viver que não na Sua vontade, revelando temor, caminhando em direção a santificação, para que através das nossas relações, possamos manifestar as Suas virtudes, pois temos a consciência da Sua presença e como filhos, não podemos viver de outra maneira que não revelando a Sua natureza.
03:35 07/05/2024
Analisar a luz das escrituras
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Alguns, por motivo de inveja, rejeitavam a palavra, outros averiguavam nas Escrituras se de fato era o que estava sendo dito, como podemos observar na atitude dos judeus de Bereia, que não resistiram a Paulo, mas procuraram ouvir e averiguar se na verdade era daquela forma, como podemos ler em Atos, no capítulo dezessete, do versículo dez ao doze.“E logo, durante a noite, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Bereia. Ali chegados, dirigiram-se à sinagoga dos judeus. Ora, estes de Bereia eram mais nobres do que os de Tessalônica, pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim. Com isso, muitos deles creram, mulheres gregas de alta posição social e muitos homens.” (Atos dos Apóstolos 17.10–12 NAA)Qual é a nossa atitude diante do que nos é apresentado? Resistimos como os de Tessalônica ou somos como os de Bereia que averiguavam nas Escrituras. Precisamos aprender a ouvir, averiguar, julgar à luz do que a Palavra de Deus afirma para que não venhamos a resistir ao que Ele está afirmando por meio de Seus profetas. Devemos ser nobres, ouvir a Palavra, julgar à luz do que ela afirma, para não resistirmos a Deus, para não aceitarmos falsos profetas em nosso meio.
04:12 06/05/2024
O processo de Paulo
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, Paulo e Silas chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga dos judeus. Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, discutiu com eles a respeito das Escrituras, expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressuscitasse dos mortos. Paulo dizia: — Este Jesus, que eu anuncio a vocês, é o Cristo.” (Atos dos Apóstolos 17.1–3 NAA)Devemos prestar atenção a estes detalhes, para não sermos acusados injustamente por nossas atitudes. Ele anunciou primeiro ao seu povo, pois o Cristo vinha deles e era promessa de Deus também para eles, por isso, anunciava Jesus como Messias e que a reconciliação se dava por meio Dele e que Ele deveria padecer, para cumprir o Seu papel e nos reconciliar com o Pai. Muitos creram, outros nem tanto, pois tomados de inveja quando o evangelho era também anunciado aos gentios, se opunham ao que Paulo pregava, mas ele era fiel no processo estabelecido: primeiro ao seu povo, depois aos gentios.Temos que observar estes detalhes, sobre o método e os processos que Paulo usava em anunciar o evangelho, para que aproveitando o seu exemplo, possamos fazer semelhante em nossos dias e assim, salvar o máximo que pudermos, cumprindo o nosso papel como reconciliadores dos homens com Deus e não oferecendo motivo para resistência injustificada ao evangelho do Senhor.
03:10 06/05/2024
O que fazer para a vida eterna
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .Paulo e Silas estavam presos injustamente, cantavam e oravam, veio o terremoto. O carcereiro pensando que haviam fugido, pensa em se suicidar e aí, sabe por meio de Paulo que todos estão lá, então vai até eles e maravilhado, pergunta o que precisa fazer para receber a salvação, como podemos ler em Atos, dezesseis, versículos vinte e nove e trinta.“Então o carcereiro, tendo pedido uma luz, entrou correndo e, trêmulo, prostrou-se diante de Paulo e Silas. Depois, trazendo-os para fora, disse: — Senhores, que devo fazer para que seja salvo?” (Atos dos Apóstolos 16.29–30 NAA)Uma pergunta genuína. Paulo na sequência expõe o evangelho da salvação. Precisamos crer que Jesus é o Cristo, O que morreu e ressuscitou para nos salvar, pois na morte recebemos o perdão, na ressurreição a justificação e somos feitos um novo ser, uma nova criatura, um ser espiritual segundo a natureza de Deus, feitos à imagem de Cristo, para revelarmos a glória de Deus, portanto a salvação é pela fé, aceitarmos estes fatos pela fé, nos submetermos, crendo que a salvação é pela graça e que não se calca no que fazemos, mas na maneira como recebemos de Deus.
05:59 05/05/2024
Mesmo que a mensagem seja verdadeira
por: Ennio Gomide dos Santos ./ .Caminhar na Graça / .“Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, veio ao nosso encontro uma jovem possuída de espírito adivinhador, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus donos. Seguindo a Paulo e a nós, gritava, dizendo: — Estes homens são servos do Deus Altíssimo e anunciam a vocês o caminho da salvação. Isto se repetiu por muitos dias. Então Paulo, já indignado, voltando-se, disse ao espírito: — Em nome de Jesus Cristo, eu ordeno que você saia dela. E ele, na mesma hora, o espírito saiu.” (Atos dos Apóstolos 16.16–18 NAA)Mais importante que a mensagem é a sua fonte, mas, interessa é que a mensagem da salvação seja anunciada em liberdade, pois a salvação é sermos livres do domínio do pecado e das trevas. Somos chamados para a liberdade em Cristo, por isso, quando compreendemos que alguém é escravo do poder do diabo, devemos anunciar a libertação por meio de Cristo e não aceitando simplesmente uma mensagem, por mais verdade que seja, enquanto mantém alguém escravo das trevas.Devemos como Paulo, mesmo que a mensagem seja verdadeira, se a fonte não for boa, devemos libertar as pessoas do poder das trevas, para que possam experimentar da verdadeira vida que recebemos em Cristo Jesus, somos chamados à liberdade e viver a eternidade por meio de Cristo, revelando a glória de Deus.
03:01 05/05/2024

Podcasts semelhantes