Show cover of Arquivo Vivo

Arquivo Vivo

Arquivo Vivo é um podcast semanal dos jornalistas Percival de Souza e Renato Lombardi. Os dois profissionais se juntam para contar grandes histórias: de processos, de investigações e de grandes crimes que aconteceram no Brasil e no mundo. A dupla vai dar detalhes que muitas vezes não são abordados nas reportagens, nas informações do dia-a-dia, nos bastidores do crime, da violência e dos tribunais.

Músicas

Ep. 120 | Delegada Lyvia Bonella revela o perfil dos agressores de mulheres
Renato Lombardi e Percival de Souza recebem a delegada Lyvia Cristina Bonella, que atua na Delegacia da Mulher da Praia Grande, no litoral paulista. Durante a entrevista, a delegada relata bastidores de casos de feminicídio, fala sobre o perfil dos agressores e conta quais foram os momentos mais difíceis de uma carreira dedicada ao combate à violência contra a mulher. Acompanhe!
34:24 21/02/2024
Ep. 119 | Delegado Luís Hellmeister detalha o crime de Constantino Cheretis, que matou os pais a facadas
Renato Lombardi e Percival de Souza recebem o delegado Luís Hellmeister para falar do caso do comerciante Constantino Cheretis, que matou o pai com 17 facadas e a mãe com outras três. O crime aconteceu há exatos 31 anos, em 6 de fevereiro de 1993, no Brás. Constantino era o único filho dos comerciantes gregos Emmanuel Constantin Cheretis e Metaxia Emmanuel Cheretis.
32:28 07/02/2024
Ep. 118 | Advogado detalha o caso da menina Grazielly, atropelada por moto aquática em 2012
Renato Lombardi e Percival de Souza recebem o advogado criminalista José Beraldo, que atuou no caso da menina Grazielly, a garota de 3 anos que morreu após ser atropelada por uma moto aquática, no Guaratuba, litoral de SP, em 2012. Grazielly brincava com a mãe na beira da praia quando um adolescente, que pilotava a moto em alta velocidade a atropelou.
27:22 24/01/2024
Ep. 117 | Roberto Guastelli conta os bastidores do caso da menina de patins
Renato Lombardi e Percival de Souza recebem o advogado criminalista Roberto Guastelli, que já atuou em diversos casos de grande repercussão, entre eles o da menina Vitória Gabrielly. A garota de 12 anos saiu para andar de patins, perto do Ginásio Municipal de Araçariguama, e sumiu. Câmeras de segurança registraram as últimas imagens dela viva, o corpo foi localizado oito dias depois. Guastelli conta os bastidores das investigações e revela porque até o pai da garota chegou a ser considerado suspeito. Confira!
24:06 10/01/2024
Ep. 116 | Perita analisa psicológico do pai e madrasta de Isabella Nardoni
Percival de Souza recebe a perita Rosângela Monteiro que teve um papel muito importante para o desfecho do Caso Nardoni. Rosangêla fala das provas encontradas no edifício onde Isabella Nardoni estava. E também faz uma análise psicológica de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Confira.
41:48 20/12/2023
Ep. 115 | Delegado do caso Marcos Matsunaga revela bastidores das investigações
No Podcast Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza recebem o ex-delegado Mauro Dias, que atuou no caso do assassinato do empresário Marcos Kitano Matsunaga. Elize, sua então esposa, foi condenada a 19 anos e 11 meses por assassinar e esquartejar o corpo do marido. Durante a entrevista, Dr Mauro revela detalhes das investigações e o perfil da assassina. Confira!
25:25 06/12/2023
Ep. 114 | Advogada sonha em ver assassino confesso de Diego Cassas preso
No Podcast Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi entrevista Patrícia Vega, a advogada que representa a família de Diego Cassas. Em 2013, o jovem foi morto no estacionamento de uma lanchonete após uma discussão em uma balada. Dez anos após o crime, Caio Rodrigues, réu confesso, continua foragido sem cumprir um dia de pena sequer. Patrícia Vega relembra as investigações e diz que sonha em ver Caio atrás das grades.
29:39 22/11/2023
Ep. 113 | Pai de Liana Friedenbach relembra morte da filha por "Champinha" há 20 anos
Renato Lombardi entrevista o advogado Ari Friedenbach no dia que completa 20 anos da morte de sua filha, Liana Friedenbach. A garota tinha 16 anos quando foi torturada, estuprada e morta por Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha. Liana tinha ido acampar com o namorado, que também foi assassinado. Durante a entrevista, Ari fala sobre as mudanças em sua vida, maioridade penal e perdão.
39:15 08/11/2023
Ep. 112 | Advogado de Suzane Richthofen revela bastidores inéditos do julgamento dela
Nesta semana, Renato Lombardi entrevista o advogado criminalista Mauro Otávio Nacif, que defendeu Suzane Richthofen em seu julgamento. O advogado conta como é defender alguém condenado pela morte do pai e da mãe, faz revelações inéditas e conta o que levou Suzane a cometer o crime.
42:42 25/10/2023
Ep. 111 | Mistério envolve caso de médica encontrada morta dentro de mala no próprio apartamento
No Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza falam do caso da médica que foi encontrada morta dentro de mala no próprio apartamento no interior de São Paulo. O namorado suspeito de matar a mulher foi indiciado por homicídio por motivo torpe, meio cruel, traição e feminicídio. Confira!
13:16 18/10/2023
Ep. 110 | Morte de adolescente por amiga em Cuiabá levanta discussão sobre porte de arma
No Podcast Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza falam do caso da adolescente que matou a própria amiga em um condomínio de luxo de Cuiabá (MT). De um lado, a versão de disparo acidental. De outro, dúvidas sobre os relatos de quem estava naquela residência. Em julho deste ano, a Justiça extinguiu o processo contra a jovem. Confira!
19:05 11/10/2023
Ep. 109 | Conheça o caso da madrasta que envenenou seus enteados por motivo fútil
No Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza falam sobre o caso da madrasta que envenenou dois enteados e levou um deles a morte. Para executar o crime, Cíntia Mariano colocou chumbinho, um veneno ilegal usado normalmente na lavoura, na comida das vítimas para acabar com a vida deles. Cíntia está presa, e o Ministério Público incluiu em denúncia que o crime teve 'motivo fútil'. Relembre o caso.
15:05 04/10/2023
Ep. 108 | A caçada a Danilo Cavalcante, o brasileiro condenado à prisão perpétua nos EUA
No Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza falam sobre o caso do brasileiro Danilo Cavalcante, que ficou 14 dias fugindo da polícia dos Estados Unidos. O criminoso deixou uma região em pânico após escapar da penitenciária em que estava preso e condenado à prisão perpétua pelo assassinato da ex-companheira.
17:40 27/09/2023
Ep. 107 | Neto do Luciano do Valle perde a vida por um carro e um celular
O Arquivo Vivo desta semana relembra o caso do neto do narrador Luciano do Valle que morreu após ser baleado na cabeça em assalto em São Paulo. O caso foi tratado como crime de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Lucas do Valle morreu na véspera de completar 30 anos.
14:12 20/09/2023
Ep. 106 | Jeff Machado: um caso de sonhos, promessas e crime ‘quase perfeito’
O Arquivo Vivo desta semana relembra o caso do ator Jeff Machado, que teve seu corpo enterrado dentro um baú que estava a dois metros de profundidade e coberto com uma grossa camada de concreto. Os cachorros do ator foram fundamentais para solucionar o caso. A Justiça decretou a prisão de Bruno de Souza Rodrigues e Jeander Vinícius da Silva Braga por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Percival de Souza e Renato Lombardi contam os detalhes dessa história, que começa com o sonho de um papel na televisão, passa por um golpe e termina com um crime brutal.
16:02 13/09/2023
Ep. 105 | Ciúme doentio, bombons envenenados e a morte cruel de Lindaci
Lindaci Viegas Batista de Carvalho morreu no dia 20 de maio de 2023, no Rio de Janeiro, após comer bombons que ganhou de aniversário. O filho de Lindaci chegou a provar o chocolate, mas cuspiu. Susane Martins da Silva foi presa. A motivação do crime seria ciúmes, já que as duas teriam um namorado em comum. Renato Lombardi e Percival de Souza relembram o caso e analisam as reviravoltas na investigação.
14:19 06/09/2023
Ep. 104 | O destino da mulher que atropelou Vitor Gurman
Vitor Gurman, de apenas 24 anos, morreu atropelado por uma Land Rover dirigida por Gabriela Guerrero Parreira na Vila Madalena. Gabriela estava comprovadamente alcoolizada ao volante quando atropelou Vitor, que voltava para casa a pé tranquilamente. Em maio deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu de três para dois anos a pena de Gabriela, condenada em 2011 pelo atropelamento e morte de Vitor Gurman.
13:32 30/08/2023
Ep. 103 | Caso Victor Hugo: um celular vale uma vida?
Em abril de 2013, Victor Hugo Deppman, 19 anos, foi morto com um tiro na cabeça, na frente do prédio onde morava, no Belém, zona leste de São Paulo. Ele não reagiu, mas demorou alguns segundos para entender o que estava acontecendo. O jovem entregou o celular para o criminoso que, logo depois, disparou. O adolescente que matou o estudante Victor Hugo Deppman foi liberado da Fundação Casa mais de um ano antes do prazo máximo permitido pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).
14:39 25/08/2023
Ep. 102 | Caso Miguel, a negligência da patroa com o filho da doméstica
Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, morreu após cair do 9º andar de um prédio de luxo no centro de Recife (PE) em 2 de junho de 2020. No momento do acidente, a mãe de Miguel, a doméstica Mirtes Renata Santana, estava na parte de baixo do prédio passeando com o cachorro dos patrões. Por isso, Miguel ficou sob os cuidados da patroa da mãe, a primeira-dama do município de Tamandaré, Sari Corte Real. Ela, porém, não impediu que a tragédia acontecesse. Sari foi condenada em 2022 a oito anos e seis meses por abandono de incapaz com resultado morte, porém, ela não está presa, continua livre e até foi aprovada no vestibular de Medicina de uma faculdade particular.
14:34 18/08/2023
Ep. 101 | 25 anos do Caso Gerson Brenner, uma emboscada no auge do sucesso
Na madrugada de 17 de agosto de 1998, durante uma viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro, o ator Gerson Brenner foi vítima de uma armadilha criminosa ao parar seu carro perto do acesso 60 da Rodovia Ayrton Senna, para trocar o pneu. Atacado por bandidos, que queriam roubar o automóvel, o ator acabou baleado na cabeça. Em razão do ato, passou meses em coma e sofreu diversas sequelas, tais como distúrbios na fala, na motricidade e na capacidade cognitiva. Atualmente, está em tratamento para se recuperar. Renato Lombardi e Percival de Souza relembram os detalhes do crime, a repercussão e as terríveis consequências para um artista que estava no auge da carreira. Veja também como foi a investigação e o que aconteceu com os criminosos.
17:09 11/08/2023
Ep. 100 | “Absurdos jurídicos”, comenta Percival sobre condenação de 24 anos anulada de Ricardo Najjar, acusado de matar a filha
Em dezembro de 2015, o cozinheiro Ricardo Krause Esteves Najjar foi acusado de matar a filha Sophia Kissajikian Cancio Najjar, de 4 anos, no apartamento onde ele morava no Jabaquara, zona sul de São Paulo. A criança foi encontrada asfixiada com uma sacola plástica na cabeça. Ricardo foi preso no velório da filha e ficou um ano detido, mas foi solto antes do julgamento por “excesso de tempo de prisão temporária”. Dois anos depois ele voltou a ser preso e, em 2018, Ricardo Najjar foi julgado e condenado a 24 anos e dez meses de prisão. No entanto, em setembro de 2020, o Tribunal de Justiça de São Paulo anulou o júri popular que condenou o autônomo. Em novo julgamento, realizado em 2023, o pai da pequena Sophia foi condenado a apenas um ano e seis meses por homicídio culposo.
15:42 04/08/2023
Ep. 99 | "Não existe preparo para a abordagem", comenta Lombardi sobre caso do músico morto por militares em 2019
Em 07 de abril de 2019, a Polícia Militar disparou 257 tiros contra um carro e 80 deles acertaram o músico Evaldo Rosa dos Santos. O catador de materiais recicláveis Luciano Macedo também foi atingido. Evaldo dirigia um Ford Ka com cinco ocupantes pela Estrada do Camboatá, no Rio de Janeiro, quando militares do Exército brasileiro abriram fogo. O passageiro Sérgio Gonçalves ficou ferido e Luciano, que passava pelo local e tentou prestar socorro, também foi baleado e morreu 11 dias depois. Evaldo estava com a família a caminho de um chá de bebê.
10:02 28/07/2023
Ep. 98 | Relembre o caso de Rhuan Maycon, menino que foi decapitado pela própria mãe
No Podcast Arquivo Vivo desta semana, Renato Lombardi e Percival de Souza relembram o caso do menino de Rhuan Maycon da Silva Castro. No dia 31 de maio de 2019, o menino, de nove anos de idade, foi morto esfaqueado e decapitado pela própria mãe, Rosana Auri da Silva, e sua companheira, Kacyla Pryscyla Santiago. As duas foram condenadas a 65 e 64 anos de reclusão e ambas cumprirão a pena em regime fechado. Segundo Percival e Lombardi, a mãe teria feito isso para punir o pai da criança.
16:12 21/07/2023
Ep. 97 | Canibais de Garanhuns, da descoberta à condenação do trio que chocou o país
Em 2012, Jorge Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Torreão Pires e Bruna Cristina Oliveira da Silva mataram duas mulheres e mantiveram os corpos das vítimas no quintal da residência em que moravam. Eles usavam a carne humana das mulheres para rechear os salgados que vendiam na cidade de Garanhuns (PE). Conhecidos como “Canibais de Garanhuns”, os três participavam de uma seita denominada “Cartel”, que prometia a purificação do mundo e a diminuição populacional. Percival de Souza e Renato Lombardi comentam e opinam com isenção e elegância sobre as razões que levaram o trio a cometer as atrocidades pelas quais foram condenados em 2018.
09:59 14/07/2023
Ep. 96 | Quem matou Aline? RPG, mistério e erros da polícia no Caso Ouro Preto
Aline Silveira Soares, na época com 18 anos, foi encontrada morta em cima de um túmulo no cemitério da Igreja Nossa Senhora das Mercês, na madrugada do dia 14 de outubro de 2001 em Ouro Preto (MG). As autoridades adotaram uma linha de investigação polêmica: sacrifício humano oriundo de atividades de jogo RPG. O RPG estava ficando popular no início dos anos 2000, com os participantes assumindo os papéis fictícios do jogo para a vida real. Para Percival de Souza e Renato Lombardi, a obsessão das autoridades com essa hipótese atrapalhou as investigações e o caso está sem solução até hoje. A morte de Aline continua um mistério. Três pessoas foram acusadas pela morte da estudante, mas foram absolvidas em 2009, após cinco dias de julgamento.
10:12 07/07/2023
Ep. 95 | Renné é morto a mando da própria esposa após ganhar na Mega-Sena
Em julho de 2005, o ex-lavrador Renné Senna ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena. No entanto, apesar de andar com seguranças, Renné não mudou seus hábitos. Ele continuou bebendo nos bares de Rio Bonito, no Rio de Janeiro, e conversando com os mesmos amigos. O novo milionário foi generoso com os irmãos e com quem o procurava. Renné se casou com uma moça 25 anos mais nova, Adriana Almeida. Em 2007, ele foi morto a tiros enquanto bebia com amigos no bar. A viúva foi apontada pela polícia como a mandante do crime. A única filha de Renné e os irmãos dele insistiram nessa versão. Em 2016, Adriana foi condenada a 20 anos de prisão. 
12:41 30/06/2023
Ep. 94 | PM que matou campeão mundial de jiu-jitsu continuará recebendo salário enquanto está preso
Em agosto de 2022, o campeão mundial de jiu-jitsu Leandro Lo foi morto com um tiro na cabeça após uma discussão durante o show do Grupo Pixote em São Paulo. O autor do disparo é o policial militar Henrique Otavio Oliveira Velozo. Na noite do assassinato, Velozo estava de folga e armado. Segundo testemunhas, ele se aproximou de Leandro Lo, pegou uma garrafa de bebida da mesa do lutador e começou uma discussão. Leandro, então, imobilizou o PM. Quando tudo parecia resolvido, Leandro solta Henrique, que saca a arma e dispara a queima-roupa. Baleado e caído no chão, Leandro ainda recebeu dois chutes na cabeça de Henrique, que fugiu em seguida. Percival de Souza e Renato Lombardi também comentam a decisão do Tribunal de São Paulo de abril de 2023 que definiu que o policial militar continuará recebendo salário da corporação. O agente está preso provisoriamente como o principal suspeito do crime.
12:29 23/06/2023
Ep. 93 | Negligência e impunidade marcaram investigação que apurou a morte do filho de Cissa Guimarães
Em 20 de julho de 2010, o filho caçula da atriz e apresentadora Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas, morreu atropelado quando andava de skate com amigos dentro do Túnel Acústico, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro. O motorista fugiu sem prestar socorro, foi parado pela polícia por conta do amassado no carro e liberado mediante pagamento de propina. No Podcast Arquivo Vivo desta semana, Percival de Souza e Renato Lombardi revelam os bastidores do caso, as consequências das ações policiais e, como sempre, questionam o sistema com relação à punição de criminoso. Acompanhe!
12:24 16/06/2023
Ep. 92 | Virgínia, a médica acusada de antecipar mortes na UTI
Virgínia é acusada de antecipar a morte de sete pacientes em tratamento que estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do então Hospital Evangélico, hoje Hospital Universitário Evangélico Mackenzie. As mortes foram entre 2011 e 2013, segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), que denunciou a médica. Na época, sete subordinados de Virgínia também foram presos e denunciados. O grupo teria usado técnicas médicas para que os pacientes fossem a óbito, com o objetivo de liberar leitos na unidade, na época uma das maiores do Paraná. Para o MP-PR, Virgínia usou medicamentos, como sedativos e analgésicos, e reduziu a taxa de oxigênio de pacientes da UTI, o que levou a morte deles por asfixia. Em março de 2023, desembargadores do Tribunal de Justiça do Paraná decidiram que a médica não irá a júri popular. Percival de Souza e Renato Lombardi relembram o caso e comentam as decisões judiciais.
13:47 09/06/2023
Ep. 91 | O cruel espancamento de Moise Kabagambe
O congolês Moise Mugenyi Kabagambe, de 25 anos foi espancado e morto por golpes de mata leão, socos, chutes, madeirada e chegou a ter as mãos e pés amarrados por um pedaço de fio no quiosque Tropicália, na Barra da Tijuca.  Moise trabalhava como atendente no quiosque e foi reclamar de pagamento atrasado. Ao menos cinco pessoas — entre elas o gerente do quiosque — teriam participado da sessão de espancamento que durou mais de 15 minutos. Moise continuou a ser espancado mesmo depois de desacordado. O caso ganhou repercussão internacional. Moise veio para o Brasil em 2014  como refugiado político com a mãe e os irmãos para fugir da guerra e da fome.
12:05 02/06/2023

Podcasts semelhantes