Show cover of E eu com isso?

E eu com isso?

O 'E eu com isso?' é o podcast do Instituto Brasil-Israel. Com convidados diferentes, aprofundamos questões religiosas, éticas, políticas e sociais, sempre evitando análises rasas e estereótipos vazios. Anita Efraim é jornalista, mestranda em comunicação política pela Universidad de Chile e santista. Amanda Hatzyrah é professora e pesquisa temas relacionados à literatura e cultura judaica, língua hebraica e sociedade israelense, na Universidade de São Paulo. João Torquato é músico ativista do movimento negro e pesquisa os conflitos que se originaram a partir da desintegração da Iugoslávia.

Músicas

#194 A primeira Copa no Oriente Médio
Essa semana começou a Copa do Mundo de futebol, um dos eventos mais esperados pelos brasileiros e pelos amantes de futebol do mundo inteiro. Claro que a gente ia dar um jeito de enfiar Israel no meio dessa história, né? Você sabia que o país só participou de uma Copa na História? Foi a de 1970, no México. Será que tem algum motivo específico pelo qual é tão difícil Israel se classificar pra maior competição de seleções do mundo? E sobre essa Copa do Catar, a primeira do Oriente Médio, o que esperar? Nosso convidado é Francisco Pedreira, professor e graduando em História, ativista da educação popular e são paulino. Apresentação: Amanda Hatzyrah e João Torquato. 
37:53 23/11/2022
#193 Lula e o Hamas
Logo que Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente do Brasil, uma nota parabenizando o petista chamou a atenção. O texto dizia que a eleição de Lula era (abre aspas) “uma vitória para todos os povos oprimidos ao redor do mundo, particularmente o povo palestino, pois ele é conhecido por seu forte e contínuo apoio aos palestinos em todos os fóruns internacionais”. A nota é do grupo terrorista Hamas, que domina a Faixa de Gaza. Quando o Hamas parabenizou Lula, o tema ganhou não só a comunidade judaica, mas as redes sociais. Opositores passaram a relacionar diretamente o petista com o grupo terrorista. Hoje, nossa ideia é esclarecer se há efetivamente uma relação entre as partes. Nosso convidado é Guilherme Casarões, cientista político, professor da FGV de São Paulo e coordenador do Observatório da Extrema Direita. Apresentação: Anita Efraim e João Torquato.
39:50 16/11/2022
#192 Os nomes da extrema-direita em Israel
Israel tem um vencedor na eleição: Benjamin Netanyahu. No “E eu com isso?”, a gente já falou sobre essa figura várias vezes. Mas, acontece que, junto com ele, podem chegar ao poder no país outras figuras que chamam a atenção: Itamar Ben-Gvir e Bezalel Smotrich. O partido dos dois é o “Sionismo Religioso” e foi o terceiro mais votado, somando 14 cadeiras. Com a ajuda deles, o bloco pró-Netanyahu pode chegar a 64 cadeiras. Ao mesmo tempo, se o primeiro-ministro decidir aceitar formar a coalizão com eles, Israel terá o governo mais à direita da história. Como isso mexe com o cenário político israelense? Nossa convidada hoje é Daniela Kresch, jornalista e correspondente do IBI em Israel. Apresentação: Anita Efraim e João Torquato.  Saiba mais sobre a eleição israelense no Expresso Israel. 
40:14 09/11/2022
#191 Judeus e evangélicos: Rachas internos pós-eleição
Nos últimos anos a polarização política tem se acirrado cada vez mais e furando diversas bolhas, em 2018 o Mestre Moa do Katendê foi assassinado com doze facadas pelas costas após o primeiro turno das eleições. Vemos famílias inteiras divididas, amizades de anos entrando em conflito e até mesmo em aplicativos de relacionamento tem a opção para colocar em qual espectro político a pessoa se encontra e facilitar a escolha de um parceiro ou uma parceira com a mesma linha política que sua. A polarização política também chegou em espaços religiosos e em suas comunidades, judeus e evangélicos que se opõem aos discursos de ódio proferidos por setores da direita e da extrema direita, tem sua identidade e sua fé invalidada.  Nossos convidados são Igor Sabino, que é doutorando em Ciência Política pela UFPE, mestre e bacharel em Relações Internacionais pela UEPB. É líder do The Philos Project no Brasil e autor do livro “Por Amor aos Patriarcas: reflexões brasileiras sobre anti semitismo e sionismo cristaos”; e Christina Vital, que é socióloga do Programa de Pós Graduação da Universidade Federal Fluminense, ela também é coordenadora do LePar, editora da revista Religião e Sociedade e colaboradora do ISER- Instituto de Estudos da Religião. Apresentação: Amanda Hatzyrah e João Torquato. 
61:07 02/11/2022
#190 O não judeu judeu
Queremos começar esse episódio contando sobre um episódio pessoal - ou melhor, institucional. Pra quem não sabe, a Anita também é coordenadora de comunicação do Instituto Brasil-Israel e cuido das nossas redes sociais. Dia desses, postamos um artigo que escrevemos na revista piauí sobre o aumento de casos de antissemitismo e neonazismo no governo Bolsonaro. Nos comentários, apareceram muitas críticas e a negação de um estudo científico, mas, o que mais chamou atenção foi um pastor dizendo: judeus de esquerda não são judeus de verdade. Essa tem sido a tônica de uma comunidade judaica dividida, ou melhor, de uma sociedade dividida. Quem discorda, não é. Quem se opõe passa por um processo de deslegitimação da própria identidade. Esse é um dos temas tratados no livro “O não judeu judeu - a tentativa e colonização do judaísmo pelo bolsonarismo”, de Michel Gherman, nosso convidado de hoje. Michel é professor do departamento de sociologia da UFRJ, coordenador do Núcleo de Estudos Judaicos da mesma universidade, assessor acadêmico do Instituto Brasil-Israel e autor de “O não judeu judeu”. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah. 
49:40 26/10/2022
#189 Dupla maternidade e judaísmo
Judias, judeus, e judies da comunidade judaica brasileira têm construído cada vez mais espaços para que todas as formas de ser e estar no mundo sejam acolhidas e principalmente respeitadas. O Gaavah, coletivo lgbtqia+ do IBI é um exemplo. Ainda assim, como no resto da sociedade, ainda há muito preconceito e lgbtfobia, sobretudo quando há rupturas nas configurações tradicionais familiares. Aqui no podcast, já falamos sobre vários ritos que marcam o ciclo da vida judaica: do nascimento, passando pelos bat e bar mitzvah, até temas relacionados ao casamento e luto no judaísmo. E, para tornar este espaço cada vez mais plural, hoje falaremos sobre dupla maternidade possível, através das vivências de duas mães, mulheres lésbicas e judias.  Hoje vamos falar com Elisa Tetelbom Schuchmann, judia, lésbica, médica gineco-obstetra, e com a Helen da Rosa, também judia, lésbica e doutora em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, as duas são mães da Sofia, de 8 meses, e fazem parte do coletivo Gaavah. Apresentação: Amanda Hatzyrah e João Torquato. 
39:38 19/10/2022
#188 Como Lula e Bolsonaro se relacionam com Israel
A gente entende que, para parte da comunidade judaica no Brasil, um dos pontos a serem analisados na hora de escolher o candidato em quem votar é a relação que o chefe de Estado tem com Israel. O que pensam Lula e Jair Bolsonaro sobre Israel? Como o Brasil se relacionou com o país e se posicionou no cenário internacional sobre o conflito entre Israel e Palestina ao longo dos governos de ambos? No Instituto Brasil-Israel, estamos sempre refletindo sobre esse tema e, quando chegou a sugestão da nossa ouvinte Daniela Boianovsky de falar sobre o tema, decidimos dedicar um episódio do nosso podcast a falar sobre esse assunto. Nosso objetivo aqui está longe de ser fazer política partidária. O que queremos, efetivamente, é informar e derrubar mitos. Nossa convidada hoje é Monique Sochaczewski, Doutora em História, Política e Bens Culturais pela Fundação Getulio Vargas (2012) e cofundadora e pesquisadora sênior do Gepom (Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Oriente Médio) e professora do mestrado em direito e Justiça e Desenvolvimento do IDP. Apresentação: Anita Efraim e João Torquato 
45:23 12/10/2022
#187 Netanyahu vai voltar ao poder?
O brasileiro, ao ouvir o termo “eleições”, já liga o alerta para o que está acontecendo no país, que confirmou no último domingo, dia 2 de outubro, que terá segundo turno. Mas não é esse processo eleitoral que vamos falar hoje, é sobre a eleição para a Knesset, o parlamento israelense. A votação acontece em menos de um mês, no dia 1º de novembro. Os partidos árabes, antes unidos, racharam. A esquerda israelense e partidos tradicionais, como o trabalhista, o Avodá, enfrentam dificuldades para serem relevantes. Enquanto isso, Benjamin Netanyahu tenta voltar ao poder. Será que ele conseguirá somar 61 cadeiras para formar uma coalizão? A gente só vai ter certeza em um mês, mas vamos tentar entender como chegaremos até lá. Nossa convidada é a jornalista Daniela Kresch, correspondente do IBI em Israel. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah.
37:03 05/10/2022
#186 Judaísmo messiânico
No 'E eu com isso?', já falamos sobre as mais diversas formas de expressão do judaísmo, que deve ser sempre dito no plural, já que é muito mais que uma religião. Se você escutou o nosso último episódio, sabe bem disso. E o judaísmo vai muito além da ortodoxia e outras vertentes religiosas. Mas, dentro desse universo, sempre esbarramos numa polêmica, que muitos dos nossos ouvintes já pediram pra comentarmos aqui: o suposto judaísmo messiânico. Nossa convidada é Andrea Kogan, doutora em Ciências da Religião, com estudos em judaísmo contemporâneo. Apresentação: Amanda Hatzyrah e João Torquato. 
38:06 28/09/2022
#185 Um judeu nunca é só um judeu
O ano de 5783 bate à nossa porta e parece que ao longo desses milênios todos, apesar da insistência, ainda é preciso reforçar uma mensagem importante: a comunidade judaica não é um bloco monolítico. Judeus são diversos, a comunidade é plural, com todo tipo de pessoa. Não existe UM judeu que represente todos os outros. Tem judeus ricos, judeus pobres, judeus brancos, judeus negros, judeus progressistas, judeus conservadores, judeus religiosos e laicos. E eu poderia ficar horas falando sobre todos os tipos de judeus. Nosso tema hoje é a importância de respeitar a diversidade da comunidade judaica.  Nosso convidado é Daniel Douek, Cientista social, Mestre em Letras pelo programa de Estudos Judaicos e Árabes da USP e diretor do IBI. Apresentação: Anita Efram e João Torquato.
47:31 21/09/2022
#184 Mudanças no Oriente Médio
Há quase 30 anos, Israel e Palestina assinavam os acordos de Oslo e muitos acreditaram que aquele momento seria histórico, porque selaria a paz entre os povos. Tudo foi por água abaixo após o assassinato do primeiro-ministro israelense na época, Itzhak Rabin. Depois de tanto tempo, novas movimentações voltam a acontecer e parece que o cenário geopolítico do Oriente Médio está mudando. Hoje a gente vai falar sobre os Acordos de Abraão, um tratado de paz cujo primeiro passo foi dado entre Israel e Emirados Árabes e tem movimentado o Oriente Médio de maneira inédita. Firmados em 15 de setembro de 2020, esse ano são dois anos da assinatura. Para isso, temos dois convidados: Henrique Cymerman, jornalista e correspondente internacional em Israel, e Karina Carandrin, doutora em Relações Internacionais pelo programa Santiago Dantas e coordenadora de projetos do Instituto Brasil-Israel. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah.
47:03 14/09/2022
#183 Apropriação cultural
Nos últimos anos, o debate sobre apropriação cultural vem aparecendo em diversos espaços e tomando muitas dimensões. Mas, o que de fato é uma apropriação cultural? Quando podemos afirmar que determinada ação foi parte de uma apropriação cultural? Afinal, pode ou não pode uma pessoa branca usar tranças? Quando pensamos no tema, não é difícil notar que a apropriação tem como foco símbolos de culturas não ocidentais, num movimento de esvaziamento de seus significados originais considerado por muitos, desrespeitoso.  Nossa convidada é Camila Ferreira, que é atriz, diretora teatral, pesquisadora, docente das artes e da psiquê e terapeuta transversal. Atua na clínica particular Ilê Morada Terapêutica e criadora do espaço Ilê Axé Terapia. Apresentação: João Torquato e Amanda Hatzyrah. 
40:26 07/09/2022
#182 Olhares complexos sobre Israel
Pra grande parte dos judeus da diáspora, Israel tem realmente o status de terra santa. Muitos de nós agarram cada oportunidade que temos de visitar o país. Além disso, conhecemos de cor os pontos turísticos que não podem faltar no roteiro quando vamos ao país. Também não faltam mecanismos de incentivo para que judeus conheçam Israel e se conectem com a chamada “terra prometida”. Mas, sem um contexto de formação sionista, Israel pode ter outro status - especialmente se a opinião sobre o país for formada por meio de notícias envolvendo o conflito. Nenhum estado surge de forma natural, mas as complexidades que envolvem cada país são mais profundas do que podem parecer à primeira vista. O IBI promoveu em agosto uma viagem com intelectuais, pesquisadores e pensadores a Israel, com o objetivo de debater e ampliar a reflexão sobre as intersecções entre racismo e antissemitismo. Nosso episódio de hoje é sobre essa viagem e sobre perspectivas complexas sobre o estado judeu. Nossas convidadas são Bianca Santana, escritora, professora, jornalista e militante feminista negra, autora de livros como “Continuo preta: a vida de Sueli Carneiro” e de “Quando me descobri preta”, e também Luanda Carneiro Jacoel, dançarina, performer formada em Artes do Corpo pela PUC e educadora somática. As duas integram a diretoria executiva da Casa Sueli Carneiro. Apresentação: Anita Efraim e João Torquato.
60:25 31/08/2022
MUDANÇAS NO "E EU COM ISSO?"
O "E eu com isso?" passa por mudanças! A apresentadora Ana Clara Buchmann, também conhecida como Malka, deixa o podcast - pelo menos até o fim do ano. E para somar com a gente, chega João Torquato, músico, ativista do movimento negro e pesquisador dos conflitos que se originaram a partir da desintegracao da Republica da Iugoslavia - além de torcer para o Botafogo. 
05:04 30/08/2022
#181 Crescimento do neonazismo no governo Bolsonaro
Desde 2019 até hoje, a cada ano que passa, o número de episódios neonazistas e antissemitas cresce no Brasil. Há três anos, foram 24 ocorrências. Em 2020, 37. Houve um salto em 2021, quando foram 67 casos. Até o fim de junho de 2022, foram 11 casos de antissemitismo e 37 ocorrências neonazistas. Os dados constam no Relatório de Eventos antissemitas e correlatos no Brasil, divulgado em meados do mês de agosto e acendem um alerta importante. Nossos convidados são Samuel Neuman e Claudia Heller, ambos membros do Observatório Judaico dos Direitos Humanos do Brasil, instituição responsável pelo levantamento. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann.  Confira o relatório na íntegra. 
35:19 24/08/2022
#180 O peso que tem um nome
Ciganinha, bunda de mulata, judeu errante, dama da noite, chá-de-bugre… Você já se deparou com algum desses nomes? É assim que são conhecidas popularmente diversas plantas da nossa flora, com algumas variações regionais. Nomes pejorativos, racistas, misóginos e até antissemitas que passam muitas vezes despercebidos pela maioria de nós. Mas não passou pela artista e pesquisadora Giselle Beiguelman, nossa convidada de hoje, que vem reunindo nos últimos anos nomenclaturas botânicas de plantas, árvores e frutos com nomes científicos e populares preconceituosos, investigando também o que originou e fez com que esse padrão se perpetuasse na nossa cultura.  Giselle Beiguelman é também curadora e professora da Faculdade de Arquitetura da USP, e está em cartaz no Museu Judaico de São Paulo, com a exposição Botannica Tirannica - e vale lembrar que você tem até dia 18 de setembro pra visitar. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah. Assista ao vídeo. 
36:26 17/08/2022
EXTRA Entrevista com Susannah Heschel
Nesses vários anos de 'E eu com isso?', já falamos sobre diversos temas. E sempre vale a pena lembrar dos grandes pensadores do judaísmo. Um deles é o grande filósofo judaico, o rabino Abraham Joshua Heschel, que marcou o século XX. Sua principal área de interesse era a ponte entre o judaísmo e a sociedade contemporânea, discutindo assuntos como ética e envolvimento político. Durante o auge da luta pelos Direitos Civis, o Dr. Martin Luther King liderou uma marcha de Selma, Alabama, a Montgomery, Alabama. Uma das pessoas que participou dessa marcha ao lado de King foi o exatamente ele: o rabino Abraham Joshua Heschel.  Seu legado é mantido hoje por sua única filha, Susannah, que é presidente do departamento de Estudos Judaicos no Dartmouth College. Como Guggenheim Fellow, ela recebeu cinco doutorados honorários e bolsas da Fundação Ford, Fundação Carnegie, Centro Nacional de Humanidades dos EUA. Em parceria com a comunidade Shalom, temos o prazer em recebê-la online para um bate-papo. Apresentação: Ana Clara Buchmann.  Esta conversa é em inglês. Uma versão legendada estará disponível no canal do IBI do YouTube. 
31:27 16/08/2022
#179 Itália e as contas com o passado fascista
Após o primeiro-ministro da Itália Mario Draghi perder o comando do Parlamento e renunciar, ficou estabelecido que o país passaria por novas eleições. No dia 25 de setembro, os italianos irão às urnas escolher um novo mandatário. E a perspectiva é preocupante. As pesquisas apontam que o partido Irmãos da Itália desponta como favorito para assumir o comando do país. Se a legenda vencer, será a volta da extrema-direita ao comando da Itália. Nosso convidado é Fábio Gentile, doutor em Filosofia e Política pela Universita Degli Studi di Napoli L'orientale e professor da Universidade Federal do Ceará. Ele desenvolve pesquisas sobre o neofascismo italiano e o pensamento autoritário brasileiro, do século XX aos dias atuais. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann. 
37:16 10/08/2022
#178 O dia mais trágico do judaísmo
Tisha B'Av, o nono dia do mês de Av, é nesse sábado. Esse é o grande dia de luto no judaísmo, que marca o acontecimento de várias tragédias que ocorreram com o povo judeu no passar dos séculos. Durante esse dia, judeus praticantes jejuam por 25h, como em Iom Kipur. Esse é um dos 6 jejuns que acontecem no calendário judaico. De acordo com a tradição, ambos os templos em Jerusalém foram destruídos nessa mesma data, em 587 AC e 70 DC. Como incorporar esse feriado na nossa rotina? Como trazer sentido a um feriado baseado num templo que não existe mais? Nosso convidado é Rodrigo Baumworcel, rabino reformista e rabino da comunidade Kehilat Ha Lev. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah. 
38:28 03/08/2022
#177 Bruno, Dom e a perspectiva judaica
A canção que abre esse episódio foi inspirada num canto indígena que se tornou conhecido pelo compartilhamento de um vídeo em que o indigenista, Bruno Pereira, o entoa no coração da floresta amazônica. Bruno foi assassinado em 5 de junho junto ao jornalista britânico, Dom Phillips, enquanto realizavam ações de vigilância no Vale do Javari, no estado do Amazonas. A luta dos povos indígenas pela preservação da sua cultura e demarcação de suas terras é tão histórica quanto os ataques sofridos por esses povos, devido à expansão de atividades agropecuárias e do garimpo e extração de madeira ilegais. No episódio de hoje, falaremos sobre esse tema em memória daqueles que dedicam a vida a cuidar das nossas florestas. Nossos convidados são: o rabino da sinagoga Beth-El, Uri Lam, um dos compositores do nigun da floresta, dedicado a Bruno, e Marta Azevedo, antropóloga, demógrafa e ex-presidente da Funai, a Fundação Nacional do Índio. Apresentação: Ana Clara Buchmann e Amanda Hatzyrah. 
60:10 27/07/2022
#176 Armas de fogo: autodefesa ou ataque
Tem sido cada vez mais comum ouvirmos falar sobre casos de assassinatos e massacres, envolvendo o uso de armas de fogo. Em muitos casos, as notícias que chocam o mundo são dos Estados Unidos, onde a compra de armas sempre foi mais fácil. Mas, nos últimos anos, no Brasil, o número de armas de fogo subiu drasticamente, e o tema está cada vez mais em pauta. Todo mundo sabe que um dos dez mandamentos é: não matarás. Mas para que serve uma arma de fogo, se não para isso? Além disso, nas comunidades judaicas, o tema da segurança sempre foi central. De que forma a epidemia das armas muda o comportamento das instituições judaicas? A gente recebe hoje dois convidados, com a gente estão Isabel Figueiredo advogada, foi diretora da secretaria nacional de segurança pública e é Consultora Sênior do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o rabino Michel Schlesinger, que atualmente está baseado em Nova York, rabino da Congregação Etz Haim. Quem ama não arma: https://www.quemamanaoarma.com/ 
51:23 20/07/2022
#175 Mr. Catra, a margem e a escolha por ser hebreu
Esse episódio é um papo não sobre música, mas sobre religião, sobre alguém que se converteu de maneira “informal” e, depois de uma viagem pra Israel, decidiu adotar o judaísmo como parte integrante de sua vida. E essa pessoa é Wagner Domingues Costa, ou, como vocês conhecem, Mr. Catra. Nosso episódio é baseado no artigo Mr. Catra e sua vontade pela margem: Judaísmo, negros e brancos na formação de um artista não erudito, escrito pela antropóloga cultural Mylene Mizrahi, nossa convidada. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah.
45:01 13/07/2022
#174 Jiu Jitsu: coexistência para crianças
Existem muitas vantagens na prática das artes marciais. Especialistas no assunto dizem que promove o aumento da coordenação motora e da força muscular, ajuda no desenvolvimento de disciplina, autocontrole, alivia o estresse, dentre outros inúmeros benefícios, como promover a paz no conflito entre israelenses e palestinos. É isso o que o projeto de um brasileiro vem promovendo já há algum tempo em Israel. Através do jiu-jitsu, crianças árabes e judias aprendem que a coexistência entre israelenses e palestinos é possível e necessária para o futuro da região.
40:53 06/07/2022
#173 Ameaça de novas eleições em Israel
Israel vai passar por novas eleições. E não, isso não é um dejavu. Será a quinta eleição em três anos no país. O atual governo, que tinha Naftali Bennett como primeiro-ministro, durou só um ano e, agora, foi dissolvido. As novas eleições devem acontecer em 25 de outubro e, até lá, Yair Lapid assumirá o cargo mais importante da política israelense. Com a dissolução do governo, um nome começa a circular novamente nos bastidores do poder: Benjamin Netanyahu. O ex-primeiro-ministro quer voltar. Será que ele tem força pra isso? E o que mais uma queda da Knesset nos diz sobre a política israelense? Nossa convidada é Daniela Kresch, jornalista, correspondente internacional em Israel da Folha de S. Paulo e da Rádio França Internacional, além de colaboradora do IBI. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann. 
37:31 29/06/2022
#172 Mostra de Cinema Israelense
Entre os dias 24 de junho e 7 de julho, acontece a Mostra de Cinema Israelense, uma parceria entre o Instituto Brasil-Israel e o Sesc, com apoio da Embaixada de Israel e do Consulado de Israel em São Paulo. Entre longas e curtas, vão ser exibidos seis filmes, que você pode assistir em casa - e tem até estreia inédita no Brasil. Mas o que o cinema israelense tem de diferente da produção audiovisual de outros países? Como as particularidades da sociedade israelense se refletem nos filmes produzidos no país? Nosso convidado hoje é Bruno Szlak, doutor em Estudos Judaicos na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, pesquisador do cinema e da televisão israelenses. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann. 
34:18 22/06/2022
#171 Céu e inferno no judaísmo
Mesmo quem não é religioso já teve contato com os conceitos de céu e inferno. Afinal, quem nunca brincou de amarelinha, sem imaginar o peso e a importância desses conceitos para algumas tradições? Quem nunca mandou alguém pro inferno, ou disse que essa ou aquela pessoa merecia um lugarzinho no céu? Algo tão corriqueiro que sequer nos damos conta. Quem estuda o tema diz que os conceitos de céu e inferno são relativamente recentes na história do Ocidente, tendo passado a fazer parte do imaginário de cristão e judeus por influência da cultura helenística. Hoje, discutiremos esse tema a partir de uma perspectiva judaica. Nosso convidado hoje é o Ruben Sternschein, doutor em Filosofia Judaica pela USP e rabino da Congregação Israelita Paulista. Apresentação: Anita Efraim e Amanda Hatzyrah.
36:17 15/06/2022
#170 Israel e o estado laico
No nosso episódio de número 168, quando conversamos com Clara Ant sobre judaísmo e democracia, surgiu o assunto de Israel não ser um país laico. A gente recebeu alguns questionamentos da nossa ouvinte Daniela Boianovsky sobre o assunto e resolvemos trazer pro podcast essa pergunta: É possível que um país criado para ser o Estado judeu separe religião e estado? Em Israel, diversos aspectos do país são guiados pela religião. Quando é shabat, você não tem transporte público - e aí já não importa se você é judeu ou não. Os feriados são os feriados do calendário judaico. Isso acontece mesmo que a menor parte da população seja religiosa. Nosso convidado é Leonel Caraciki, Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da UFRJ e doutorando pela universidade Ben-Gurion, em Israel. Apresentação: Ana Clara Buchmann e Amanda Hatzyrah. 
46:19 08/06/2022
#169 Existe liberdade de imprensa em Israel? E na Palestina?
No dia 11 de maio, durante uma operação em Jenin, na Cisjordânia, a jornalista Shireen Abu Akleh foi morta em uma troca de tiros entre o exército israelense e militantes palestinos. Nenhum dos lados alegou culpa no ocorrido, e ambos lamentaram a situação. A bala que acertou a repórter, era pertencente de uma M16, arma usada tanto por israelenses quanto por palestinos. Até hoje não se tem confirmação de onde veio o tiro. As notícias escalaram bastante rápido. A Al Jazeera culpou o exército israelense, e numa tentativa de controlar os ânimos, soldados varreram a casa da família de Abu Akleh removendo bandeiras palestinas e prevenindo que pudessem cantar hinos nacionalistas. O funeral gerou cenas condenáveis ao vermos a polícia israelense agredindo a procissão que levava o caixão. Baseado no ocorrido, nosso questionamento é: existe liberdade de imprensa em Israel? E na Palestina? Nosso convidados são Diogo Bercito, doutorando em história na Universidade Georgetown e ex-correspondente da Folha de São Paulo, e Paola De Orte, correspondente no Oriente Médio para a Globo News e o Jornal O Globo. Antes, foi correspondente em Washington e cobriu o Palácio do Planalto em Brasília. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann. 
43:39 01/06/2022
#168 Judaísmo e democracia pt. 2 - com Daniel Annenberg
Assim como falamos no último episódio, a questão da democracia no Brasil se tornou um tema crítico. E aqui, nosso objetivo é tentar debater, de forma suprapartidária, como judaísmo e democracia se relacionam. Em que ponto das nossas vidas esses dois assuntos se encontram? Esse é o segundo episódio do “E eu com isso?” sobre o tema. No episódio 167, conversamos com a Clara Ant, militante do PT, pra saber como ela entende o encontro entre judaísmo e democracia. Hoje, nossa ideia é ter uma visão diferente, de quem milita pela democracia, mas em outra corrente política. Nosso convidado é Daniel Annenberg, vereador na cidade de São Paulo pelo PSDB. Daniel é formado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas e em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo e foi um dos criadores do Poupatempo. Apresentação: Amanda Hatzyrah e Anita Efraim.
47:23 25/05/2022
#167 Judaísmo e democracia pt. 1 - com Clara Ant
Não é novidade pra ninguém que o Brasil vive um momento político conturbado. 2022 é um ano eleitoral, mas é também um ano em que a sociedade brasileira vê, bem na sua frente, autoridades do país flertando com um possível golpe. A democracia brasileira é jovem e, podemos dizer, ainda tenta se consolidar, ao mesmo tempo que alguns tentam derrubá-la. E é por isso que a gente decidiu falar de democracia aqui no “E eu com isso?”. Qual o nosso papel enquanto judeus na manutenção e no fortalecimento da ordem democrática? Esse tema vai gerar dois episódios do nosso podcast, com a ideia de mostrar que democracia não é uma questão de espectro ideológico. Nossa convidada é Clara Ant. A Clara é arquiteta de formação e militante política desde a década de 60, quando fazia oposição ao regime militar. Foi dirigente da CUT até 1988, vice-presidente da Federação Nacional dos Arquitetos e deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores em São Paulo entre 1987 e 1991. A Clara também foi assessora especial do ex-presidente Lula e é filiada ao PT até hoje. Apresentação: Anita Efraim e Ana Clara Buchmann. 
47:30 18/05/2022