Show cover of Salus in Caritate - Ana Paula Barros

Salus in Caritate - Ana Paula Barros

Ana Paula Barros Especialista em Neuro Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Professora independente no Portal Educa-te (desde 2018). Autora do livro: Modéstia. Possui enfática atuação na produção de conteúdos digitais (desde 2012) em prol da educação religiosa, humana e intelectual católica, com enfoque na abordagem clássica e tomista. Totus Tuus, Maria (2015)

Músicas

Aula: Educação do Encorajamento na Igreja e na Sociedade
Mapa Mental da AulaMensagem ao IV Congresso Interamericano de Educação Católica, 5 de agosto de 1951, Papa Pio XII | PIO XII (vatican.va)Deveres - Dez Minutos de Cultura Espiritual por Dia | Amazon.com.brA Selva - Virtudes e Deveres do Sacerdote | Amazon.com.brMediator Dei (20 de novembro de 1947) | PIO XII (vatican.va)Direitos máximos, deveres mínimos: O festival de privilégios que assola o Brasil | Amazon.com.brAs Ideias Têm Consequências | Amazon.com.brPodres de Mimados - As consequências do sentimentalismo tóxico: 1 | Amazon.com.brHistória da Filosofia: https://amzn.to/4daHMG2
54:52 24/04/2024
Educação Clássica aplicada à catequese
Mapa Mental da Aula https://drive.google.com/file/d/1uLB7AFshRS5ZC3qLrHXhsik3cTWhe8Ac/view?usp=drive_link
55:32 03/02/2024
Meditações sobre a Beleza| Parte 5: A luz
Transcrição: Meditações sobre a Beleza| Parte 5: A luz - Salus in CaritateReferências:1) TONNELIER, C. 15 de Dias de Oração com São João da Cruz. Paulinas, 2011. 104 p. Disponível em: https://amzn.to/3GO5PvE.2) NOUGUE, C. Das Artes do Belo. Formosa: Edições São Tomás, 2021. 2ª edição. 588 p. Disponível em: https://amzn.to/3YbmUac
03:53 03/11/2023
Meditação sobre a Beleza| Parte 4: A Beleza Cotidiana
Referências:1) TONNELIER, C. 15 de Dias de Oração com São João da Cruz. Paulinas, 2011. 104 p. Disponível em: https://amzn.to/3GO5PvE.2) SCRUTON, R. Beleza. São Paulo: É Realizações, 2013. 231 p. Disponível em: https://amzn.to/46vp2xg3) GOETHE, J. W. Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister. Editora 34, 2009. 608 p. Disponível em: https://amzn.to/3pBcAeR.
05:44 07/10/2023
Meditações sobre a Beleza| Parte 3: A sensibilidade do olhar
ReferênciasJERUSALÉM, B. de. Bíblia de Jerusalém. 10. ed. São Paulo: Paulus, 2015. Disponível em: https://amzn.to/3qmzBCe.OLIVEIRA, J. V. G. de. Filosofia da Beleza. Rio Bonito: Editora Benedictus, 2022. 200 p. (Coleção Arte de Beleza). Disponível em: https://amzn.to/3C1lZz0.NUNES, B. Introdução à Filosofia da Arte. São Paulo: Edições Loyola, 2016. 116 p. Disponível em: https://amzn.to/43xVApb.TONNELIER, C. 15 de Dias de Oração com São João da Cruz. Paulinas, 2011. 104 p. Disponível em: https://amzn.to/3GO5PvE.
07:24 28/09/2023
Meditações sobre a Beleza| Parte 2: As coisas belas
Texto no site: Meditações sobre a Beleza| Parte 2: Coisas Belas - Salus in CaritateReferências:1- TONNELIER, C. 15 de Dias de Oração com São João da Cruz. Paulinas, 2011. 104 p.Disponível em: https://amzn.to/3GO5PvE.2- NUNES, B. Introdução à Filosofia da Arte. São Paulo: Edições Loyola, 2016. 116 p.Disponível em: https://amzn.to/43xVApb.
03:43 04/08/2023
Meditações sobre a Beleza| Parte 1: O Belo Supremo e a Alma Bela
Referências:NUNES, B. Introdução à Filosofia da Arte. São Paulo: Edições Loyola, 2016. 116 p.Disponível em: https://amzn.to/43xVApb.TONNELIER, C. 15 de Dias de Oração com São João da Cruz. Paulinas, 2011. 104 p.Disponível em: https://amzn.to/3GO5PvE.
09:04 01/07/2023
Sermão de Santo Antônio (Padre Antônio Vieira)
Pregado em S. Luís do Maranhão, três dias antes de se embarcar ocultamente para o Reino.Vos estis sal terrae [Vós sois o sal da terra] – São Mateus, 5, l3.
07:16 13/06/2023
Celibato Leigo 2
Leitura Complementar:A Virgem Cristã na sua família e no mundo Suas virtudes e sua missão nos tempos atuais por Maria Luiza ChaveutA Virgindade Consagrada por Santo Agostinho
33:47 06/05/2023
Celibato: Parte 1
Material Complementar:Estudo sobre o Celibato: Consagrados: sobre o Celibato Leigo - Salus in CaritateEcclesiae Sponsae Imago: https://amzn.to/42uri6bLivros históricos úteis: https://amzn.to/42vd44Z
18:49 01/04/2023
Oração Mental
Referências de BaseLivros: - Caminho da Perfeição: https://amzn.to/3SQl4Jy- Subida para o Monte Carmelo: https://amzn.to/3EVDJ0q- Catecismo sobre a Oração Mental: https://amzn.to/3ZA3ifCOutros:- Exercícios Espirituais de Santa Gertrudes: https://www.salusincaritate.com/2023/01/exercicios-espirituais-de-santa-gertrudes-de-hefta-para-fazer-casa.html
14:16 04/03/2023
A Tradição Católica
Referências:Devocional Tomista: https://www.salusincaritate.com/search/label/Devocional?max-results=6Bíblia Matos Soares: https://amzn.to/3HuBQbQ
22:45 04/02/2023
A Via da Beleza como ação pastoral
Tempo de trabalho para este podcast: 3 diasLivros e artigos utilizados:SCRUTON, R. Beleza. 1. ed. [S.l.]: É Realizações, 2013. 232 p. Disponível em: https://amzn.to/3GFRh1GBERRIZBEITIAH, F. A Beleza que Salva. 2011. Artigo. Disponível em: https://academico.arautos.org/2011/10/a-beleza-que-salva/. Acesso em: 02/01/2023.BENTO XVI, Papa. O Espírito da Música. Ecclesiae, 2017. Disponível em: https://amzn.to/3W18R4J.
19:00 07/01/2023
O Purgatório e as Almas do Purgatório
Estudo citado: As Almas do Purgatório não são almas penadasLivros:Manual de IndulgênciasTratado do PurgatórioO Manuscrito do Purgatório (Dom Ascânio Brandão)O Purgatório (Padre William Faber)Vídeo sobre indulgências
26:41 02/11/2022
Frates 3| Bioética e aborto - com Marcela Kamiroski
"É preocupante ver como se tornou simples e conveniente para alguns negar a existência de uma vida humana como solução para problemas que podem e devem ser resolvidos tanto para a mãe quanto para seu filho por nascer". Papa Francisco
35:47 14/10/2022
Frates 2| Patriotismo e suas deturpações - com Natan Pimenta
A questão social tem sua solução na questão religiosa. Mas o que seria ser patriota para um cristão?
61:40 08/10/2022
Teologando 4 | Comentário da Carta aos Romanos (por Santo Agostinho)
Plano de Leitura Bíblica: https://www.salusincaritate.com/
37:29 30/09/2022
Frates 1| Apostolado na Internet - com Ana Raquel Amorim
É preciso que sejas “homem de Deus”, homem de vida interior, homem de oração e de sacrifício. - O teu apostolado deve ser uma superabundância da tua vida “para dentro”. São Josemaria Escrivá
119:32 23/09/2022
Santo Tomás e Chesterton
Livro de Santo Tomás: aqui Livros Chesterton: aqui Edição: Alexandra Bitencourt Transcrição: Bruna Rodrigues
26:58 16/09/2022
Teologando 3| Comentário da Carta aos Coríntios por São Tomas de Aquino
Plano de Leitura Bíblica: aqui
16:27 07/09/2022
Teologando 02| Comentário a Carta de São Tiago
Paz e Bem!Plano de Leitura Bíblica: aqui Indicação de Bíblias:Bíblia Jerusalém: https://amzn.to/3QFYWzcBíblia Matos Soares: https://amzn.to/3QI59ul
28:54 15/08/2022
Alienação e Intolerância (+ muitos adendos)
Paz e Bem!Clube de Leitores Salus: aquiCursos Educa-te: aquiTexto Encruzilhadas, Bifurcação, Convergência: aquiLivro sobre Historia da Igreja Castela Editorial: aquiLivro: Alienação e Intolerância, professor Rafael Ruiz, Cultor de Livros: aquiObrigada,Singelamente, Ana
74:32 26/07/2022
Teologando 01| Comentário a Carta aos Gálatas
A carta aos Gálatas é conhecida como a carta magna por falar sobre a libertação e a relação entre a Lei e Graça. No entanto, será que podemos dizer que esse entendimento atual de que a "Lei é ruim e a Graça que é a boa", é realmente o que disse São Paulo? Bem é o que vamos ver através do comentário de São João Crisóstomo. Aproveite para escutar no carro, lavando a louça, arrumando a casa ou no metrô e ônibus, gostaria que você também sentisse, como eu sinto, a grande graça do Espirito Santo permitir que os santos nos deixassem tantos textos maravilhosos.Texto citado: https://www.salusincaritate.com/2020/01/comentarios-de-sao-joao-crisostomo.htmlPlano de leitura bíblica (vá ler a Bíblia): https://www.salusincaritate.com/2021/12/download-gratuito-plano-de-leitura-biblica-calendario-inteligente-antigo-e-novo-testamento-comentarios-dos-doutores-da-igreja.htmlPaz e Bem!
46:23 17/07/2022
Ep. 26| Virtude da Modéstia I
Salve Maria Puríssima!Seleta sobre Modéstia (+ de 30 textos): https://www.salusincaritate.com/2019/12/seleta-sobre-modestia-on-line.htmlModéstia| O caminho da Beleza e da Santa Ordem: https://www.salusincaritate.com/2020/05/e-book-modestia-o-caminho-da-beleza-e.htmlCursos Educa-te: https://bit.ly/2yroSsIClube de Leitores Salus (desconto 30% com cupom exclusivo, nos livros citados e outros): https://www.salusincaritate.com/2020/02/clube-de-leitura-salus-in-caritate-2020.htmlBaixar Plano de Vida Espiritual: https://www.salusincaritate.com/2019/12/download-gratuito-plano-de-vida.html Baixar Cronograma de Leitura Bíblica (com comentários dos Doutores da Igreja): https://www.salusincaritate.com/2019/12/download-gratuito-plano-de-vida.htmlCronogramas para a Total Consagração a Santíssima Virgem: https://www.salusincaritate.com/2020/01/cronogramas-para-total-consagracao.htmlDevocional semanal (segundo São Tomás): https://www.salusincaritate.com/search/label/DevocionalBlog: http://goo.gl/5jzkhN Insta: https://www.instagram.com/salusincaritateQuero apoiar coisas boas como essa: https://apoia.se/salusincaritateWhatsapp e Telegram Salus in Caritate: https://bit.ly/2IGeTXP
55:41 17/09/2021
Ep. 25| O rio e a fonte (Margareth Ogola)
Nome do livro: O rio e a fonte - As mulheres fortes do Quênia (você encontra aqui)Autor: Margaret OgolaData da leitura: julho 2021Editora: Cultor de LivrosTotal de páginas: 292Outros livros: aquiOutras resenhas: aqui O autor Margareth Ogola estudou na Thompson’s Falls High School e na Alliance Girls High School, sendo uma aluna destacada. Em 1984, obteve bacharel em Medicina e Enfermaria pela Universidade de Nairóbi, e em 1990 obteve Mestrado de Medicina e Pediatria pela mesma universidade. Também obteve um diploma de pós - graduação em Planejamento e Desenvolvimento de Projetos pela Universidade Católica da África Oriental em 2004.Foi diretora médica do Cottolengo Hospice, um orfanato para crianças com HIV e AIDS. Também é beneficiária do Familias Award for Humanitarian Service (Serviço de Ajuda Humanitária das Famílias), do Congresso Mundial das Famílias.Foi assessora dos bispos católicos quenianos em questões sanitárias e familiares, além de ser membro do Opus Dei.O Opus Dei foi fundada no dia 2 de outubro de 1928 por São Josemaria Escrivá, sacerdote espanhol canonizado em 2002. O termo latino "Opus Dei" significa "Obra de Deus". No dia 28 de novembro de 1982 o papa João Paulo II através da Constituição Apostólica Ut Sit constituiu o Opus Dei como prelazia pessoal. Sobre o livro Este é um romance que segue quatro gerações de quenianos em uma mudança frenética da sociedade. A obra teve grande receptividade e uma acolhida muito favorável por parte dos críticos. O livro ganhou o Prêmio da Região África da Commonwealth para a Literatura. Era casada com o Dr. George Ogola e tinha seis filhos, sendo dois deles adotados.A primeira publicação deste livro foi em 1994. Foi o ano em que começou o processo contra o ex presidente Fernando Collor e a candidatura de Fernando Henrique Cardoso, o Brasil, portanto, estava conturbado (para variar). Foi também o ano do falecimento do Airton Senna e de Tom Jobim. Na África foi o primeiro ano de eleições sem as regras do apartheid, o dia 27 de abril ficou conhecido como o dia da liberdade, foi eleito Nelson Mandela. Também estavam vivos durante a publicação desse livro: SJPII e Madre Teresa de Calcutá.Considerando o contexto, é muito interessante o caminho que a autora escolheu abordar em seu romance. Como os personagens pertencem a gerações diferentes e suas histórias são contadas de forma gradual e entrelaçadas, nós podemos notar não somente o desenvolvimento dos personagens mas também do Quênia e de forma mais difusa da África através deles. Eu confesso que não fiquei muito empolgada quando recebi esse livro, acredito que algumas partes da minha mente foi condicionada a achar que os romances que abordam questões que são sedes de pautas ideológicas são deturpados, então, acabei recebendo esse livro com essa visão. No entanto, num domingo sem vontade de ler livros de doutrina e tão pouco livros ruins, já que não os tenho, tirei esse livro da estante. E foi grande a minha surpresa... é fantástico!A história começa com a protagonista da primeira geração, Akoko, ela é filha de um cacique e é um tanto especial, o enredo segue contando a sua estória com seu marido, um cacique, como um Mikai ( a primeira esposa do cacique - no caso ela foi a única - e uma pessoa com muita autoridade e etc). Muitas coisas são interessantes nessa história, mas o que mais me chamou a atenção é a construção de uma imagem mais real e menos revolucionária da África. Não sei se você já teve oportunidade de conversar sobre a missão de evangelização na África com alguém, mas os temas que mais aparecem são: o povo é dócil e bom, ainda existem guerras tribais que impedem o crescimento do país e etc. A autora, usando a sua bagagem e a de seus antepassados e conhecidos, constrói diante dos nossos olhos uma África mais real e não somente aquela dos cartazes atuais. Uma África assolada com questões politicas mas também aberta ao que existe de melhor. Nas narrativas de cada membro dessa família, começando por sua matriarca, vemos o que aconteceu na África em cada geração. Na primeira é possível ver os costumes e como, na verdade, as guerras tribais, ao menos no Quênia, não eram tão frequentes, por conta do Chik, a regra que regia a relação entre as tribos e uma espécie de código de conduta para as pessoas. Também vemos a religião e etc. Fica muito nítido um ponto interessante da evangelização: existem brechas para o cristianismo em todas as culturas e elas podem estar na visão mais aguçada de alguns membros daquele povo. Daí parte toda a narrativa, nós vemos a questão do contato com os britânicos assim que a Inglaterra iniciou a sua colonização e tudo o que foi gerado com isso, inclusive a evangelização cristão (católica, no caso).É interessante notar que gradativamente a autora mostra que muitos deles estavam buscando algo a mais, estavam dispostos a conhecer e aprender com os outros seres do mundo; e dessa sede surgiram conversões, vocações, além de uma mudança radical de mentalidade e de conduta mediante a abertura a modernidade que trouxe pontos positivos e negativos. Durante a leitura me lembrei de um colega africano (mas da Angola) que lecionava na mesma escola que eu, o motivo de me lembrar é que um dia ele disse: "realmente as condições na África não são as melhores, mas eu tive aula com os melhores professores da Inglaterra." E era realmente verdade. É esse tipo de discrepância, muitas vezes na história de uma única pessoa, que eu vi neste romance. A leitura é fluída e agradável. A escrita possuí notas de semelhança com Elizabeth Gaskell e Jane Austen, o que não é nenhuma surpresa; é divertido, ainda que reflexivo e religioso. Indico a todos, mas principalmente para padres e missionários ou qualquer um que queira ter uma visão mais nítida da missão evangelizadora, verdadeira, da Santa Igreja nas diferentes culturas.  "A vida é um enigma e um mistério, e a mente humana percorre-a em anseio por aquilo que não compreende. Mas continua sempre em busca". "O catequista - um homem alto e esquelético, de sobrancelhas salientes, olhos profundos, barba densa e lábios carnudos - olhou para ela gentilmente. - Mulher, muitos vêm à procura do novo caminho, mas poucos conseguem mantê-lo, pois ele não é fácil para os fracos de formação. Ele exigirá que viva de acordo com um Chik diferente do que conhece. Porém, não quero desencorajá-la, pois Deus nos ama e nos chama a todos para escutar Seu Filho, Yeso Kristo, que enviou para viver como nós e nos dar a conhecer os caminhos de Deus. O ensino religioso acontece todas as manhãs. De vez em quando, o professor a testará para checar se você entende tudo. Quando você compreender e aceitar tudo o que aprender você receberá o batiso. ""Repentinamente... Nybera teve a certeza de ter feito a escolha certa. Estava cheia de esperança. Tinha trinta anos e já havia se encontrado a beira do desespero. Não importava que ela não entendesse a língua: algumas coisas vão além das palavras". "... Não era a sua mãe Akoko, filha do grande cacique Odero? Longe dela sucumbir ao medo e a covardia. Ela aprenderia tudo o que precisasse aprender, conseguiria seu batismo, e se tornaria um membro da igreja una, santa, católica e apostólica. Algum dia - e que esse dia chegasse logo! - ela tomaria parte no corpo e sangue de Kristo e se converteria num dos seus ramos: estaria, finalmente, ligada a uma árvore."
18:23 09/09/2021
Ep. 24| Silencio I
Salve Maria Puríssima!Cursos Educa-te: https://bit.ly/2yroSsIClube de Leitores Salus (desconto 30% com cupom exclusivo, nos livros citados e outros): https://www.salusincaritate.com/2020/02/clube-de-leitura-salus-in-caritate-2020.htmlBaixar Plano de Vida Espiritual: https://www.salusincaritate.com/2019/12/download-gratuito-plano-de-vida.html Baixar Cronograma de Leitura Bíblica (com comentários dos Doutores da Igreja): https://www.salusincaritate.com/2019/12/download-gratuito-plano-de-vida.htmlCronogramas para a Total Consagração a Santíssima Virgem: https://www.salusincaritate.com/2020/01/cronogramas-para-total-consagracao.htmlDevocional semanal (segundo São Tomás): https://www.salusincaritate.com/search/label/DevocionalBlog: http://goo.gl/5jzkhN Insta: https://www.instagram.com/salusincaritateQuero apoiar coisas boas como essa: https://apoia.se/salusincaritateWhatsapp e Telegram Salus in Caritate: https://bit.ly/2IGeTXP
22:42 03/09/2021
Ep. 23| O caminho da Virtude e a Santa Providência
Recentemente estava a pensar sobre como é possível que desrespeitemos a Providência. E por mais absurdo que possa parecer nós realmente fazemos isso! O fato que me levou a pensar sobre o assunto foi o atual empreendedorismo católico ( sou uma entusiasta mas isso não me tira a capacidade de ver algumas coisas).Sobre a Providência vale lembrar “A confiança na Providência Divina é a fé firme e viva de que Deus nos pode ajudar e nos ajudará. Que Ele nos pode ajudar, é evidente, pois Ele é onipotente. Que Ele nos ajudará, é seguro, porque Ele, em muitas passagens da Sagrada Escritura, prometeu e foi fiel a todas as Suas promessas”. Santa Teresa de Calcutá.Ou seja, nós tomamos uma decisão rumo a uma virtude que sabemos, está nas Sagradas Escrituras, no Magistério, na Tradição, que é boa, qualquer uma: justiça, bondade, pureza, castidade, modéstia etc. A Providência nos ajudará a sermos melhores, Ele é Onipotente, Ele prometeu. E Ele pode fazer isso apesar de nós mesmos, desde que tenhamos perseverança, apesar do esforço nós vamos e Ele nos ajuda. É certo. Nós precisamos de perseverança não motivação. Em qualquer virtude ou ato de melhoria que você queira fazer em você mesmo, se você persistir, Ele lhe dará os meios. Inclusive meios materiais necessários, pode não ser imediato mas Ele dará. E é aí que eu me vi pensando no desrespeito a Providência. Se você fez um propósito numa virtude e Deus lhe deu os meios, não seria desrespeito simplesmente dizer "tá, não quero mais fazer isso, mas valeu"? Eu fiquei assombrada em ver isso acontecendo tão claramente e poucas pessoas notarem isso. Eu citei o empreendedorismo católico pois é comum o envio de produtos (principalmente lojas de vestimenta e livros) para várias pessoas (um ponto que merece reflexão quanto as escolhas também, mas não aqui) e é nítido, pelas atitudes dessas pessoas, que o recurso ofertado para viver a virtude está sendo descartado (não em doação, mas em uso). E isso se torna particularmente impressionante quando vemos que muitas moças gostariam de ter aquela oportunidade. Existe um ponto importante na forma que a Igreja nos ensina a lidar com os bens temporais. Não existe igualdade completa, mas aqueles que tem mais são mais responsáveis por usar bem os recursos que tem e depois em auxiliar os que não tem. Tal orientação visa respeitar a Providência e ser agente da Providência. Deus está sempre atento as nossas inclinações para o Bem, para Ele, para os atos de virtude; não seria possível respeitar um pouco mais os trabalhos dEle e não sermos tão susceptíveis, tão moles? 
03:50 28/07/2021
Ep. 22| Dizer sim a Deus e não a mediocridade (Padre Leo Trese)
Salve Maria Puríssima!Cursos Educa-te: https://bit.ly/2yroSsIClube de Leitores Salus (desconto 30% com cupom exclusivo, nos livros citados e outros): https://www.salusincaritate.com/2020/...Baixar Plano de Vida Espiritual: https://www.salusincaritate.com/2019/...Baixar Cronograma de Leitura Bíblica (com comentários dos Doutores da Igreja): https://www.salusincaritate.com/2019/...Cronogramas para a Total Consagração a Santíssima Virgem: https://www.salusincaritate.com/2020/...Devocional semanal (segundo São Tomás): https://www.salusincaritate.com/searc...Blog: http://goo.gl/5jzkhNInsta: https://www.instagram.com/salusincari...Quero apoiar coisas boas como essa: https://apoia.se/salusincaritateWhatsapp e Telegram Salus in Caritate: https://bit.ly/2IGeTXPMOSTRAR MENOS
11:24 23/07/2021
Ep. 21: A Vida Espiritual reduzida a três princípios (Padre Maurício Meschler)
Nome do livro: A Vida Espiritual Reduzida a Três PrincípiosAutor: Padre Mauricio MeschlerData da leitura: março de 2021Editora: Cultor de LivrosTotal de páginas: 216Nível de dificuldade da leitura: fácil leitura (mas os temas são mais avançados)Sobre a autorO Pe. Mauricio Meschler, S. J. Tendo entrou na Companhia de Jesus no ano de 1850, em Münster (Westfalia) e ordenou-se sacerdote em 1860. Além de outros cargos importantes ocupou o de Provincial da Província Alemã, de 1881-1884, e de Assistente do Revmo. P. Geral da Companhia, de 1892-1906. Faleceu santamente em Exaeteu (Holanda) a 2 de Dezembro de 1912. O Pe. Meschler é considerado, sem contestação, como um dos mestres mais abalizados da espiritualidade dos tempos modernos. Suas obras e publicações nos diversos terrenos da vida espiritual são tão numerosas quanto apreciadas. Suas obras foram traduzidas em diversos idiomas."Esta é a tendência hordierna; condensar, simplificar, levar à prática, tudo o que se relaciona com a vida. Em nós mesmos, no decorrer da existência, opera-se uma simplificação. Com o tempo tornamo-nos de uma admirável singeleza. Toda a filosofia da vida acaba por resumir-se em uma breve máxima que nos domina o espírito, inspira e governa toda a nossa vida. Quanto mais nos aproximamos de Deus, nosso fim último, tanto mais nos apropriamos algo de sua simplicidade divina.""Assim como a sombra nos acompanha por toda a parte, assim também não nos podemos furtar à influência que o corpo exerce sobre a alma. O desapego de si mesmo é o a-b-c da vida espiritual"."O verdadeiro cristão está sempre pronto a dar a vida, a sacrificar os seus mais caros interesses para defender a verdade capital do Cristianismo (Jesus é Deus, é o Senhor). Estribado na fé e no amor, o Reino de Jesus não perecerá. A vitória moral do Cristo, transformando a sociedade, mediante a fé e o amor é prova irrefragável da sua Divindade.""Mediante a educação o homem é criado novamente, remodelado".Salve Maria Puríssima!Cursos Educa-te: https://bit.ly/2yroSsIClube de Leitores Salus (desconto 30% com cupom exclusivo, nos livros citados e outros): https://www.salusincaritate.com/2020/...Baixar Plano de Vida Espiritual: https://www.salusincaritate.com/2019/...Baixar Cronograma de Leitura Bíblica (com comentários dos Doutores da Igreja): https://www.salusincaritate.com/2019/...Cronogramas para a Total Consagração a Santíssima Virgem: https://www.salusincaritate.com/2020/...Devocional semanal (segundo São Tomás): https://www.salusincaritate.com/searc...Blog: http://goo.gl/5jzkhNInsta: https://www.instagram.com/salusincari...Quero apoiar coisas boas como essa: https://apoia.se/salusincaritateWhatsapp e Telegram Salus in Caritate: https://bit.ly/2IGeTXP
16:52 21/07/2021
Ep. 20: A glamourização do fracasso
Como nos orienta a máxima toda a ação tem uma reação, não posso deixar de notar o que chamo de glamourização do fracasso. Não é algo que ocorre somente nos meios religiosos, pelo contrário é um traço social determinante atualmente, que gera uma vivência e percepção equivocada do cristianismo e da realidade da vida. A verdade que pode não ser fácil de aceitar, mas é a verdade, é que o fracasso não se torna menos fracasso porque foi glamourizado, enfeitado e poetizado. Seja lá em qual área for, seja um propósito grande ou pequeníssimo, o fato de enfeitar a realidade não muda a realidade, mas com certeza faz a absorção dela equivocada. Explico com exemplos simples: o fulano quer acordar cedo, não conseguiu, isso foi um fracasso. Ele pode ter várias reações diante daquilo "vou tentar amanhã novamente", "poxa, acho que não consigo e não é pra mim", "amanhã eu foi acordar, go, go, Go", "ó céus, como as coisas são difíceis, pesadas". Cada uma dessas reações leva a uma absorção mais correta ou menos correta, do ponto de vista cristã, da realidade. Ver diante de si a oportunidade de fazer melhor no outro dia é o que faz compreender "que quando sou fraco é que sou forte", ou entender o louvor de santo Agostinho em as Confissões pelas graças e pelas tentações, pois o caminho cristão visa a superação, o "Go Go Go", visa sempre a ressurreição, "amanhã, Deus e eu faremos melhor". Mas, a glamorização do fracasso, acrescida das redes sociais, transformou o caminho de ascensão em lamaçal de auto piedade. É interessante porque isso é sentimentalismo puro e simples e estamos, ao menos uma parcela de pessoas, fugir dele. O que torna a atitude assustadora. Para me fazer compreender, vou dar outros exemplos, que não se relacione coma diligência e prontidão como no exemplo anterior. O fulano quer ser mais paciente com a esposa, não conseguiu, fracasso. O beltrano quer ser mais justo nas contas e lembrar da caridade, não conseguiu fracasso. Ou seja, o nome que se dá para uma virtude ou propósito que não foi realizado é fracasso. Isso vale para todas as virtudes e outros empreendimentos humanos e espirituais: paciência, bondade, temperança, modéstia, pureza, castidade, caridade, confiança, reciprocidade, gratidão... Eu posso fazer um poema sobre isso, posso escrever lindamente a trajetória como se não fosse um fracasso, mas uma nova fase e mentalidade, mas a realidade nua e crua é que é um fracasso. Essas reações de glamourizar e enfeitar a realidade tem muitas camadas de significado e nenhuma delas é boa. A mente revolucionária tem alguns pilares, o primeiro deles é alterar a realidade. Ou seja, eu tenho uma ideia na minha cabeça e preciso fazer com que a realidade se adapte a ela. No entanto, a mentalidade cristã diz o contrário, eu não posso manipular a partir de uma ideia que me agrade mais, as reações, a fala, os atos devem ser compatíveis com a realidade. Partindo do ponto que a maior parte das pessoas tem ideias sentimentais e de recusa do fracasso, embora se colocam constantemente em situações auto depreciativas, é comum a capacidade de manipular a realidade para se sentir melhor e, no caso da amplificação nas redes sociais, para amplificar essa ilusão. A glamourização do fracasso é um efeito da mente revolucionária dentro do meio religioso, embora possa existir em outros meios, em que a jornada para êxito, para a superar, o Go Go Go de São Paulo e o louvado seja Deus pelas minhas pelejas de Santo Agostinho, abre espaço para uma ilusão de maturidade e crescimento, romanceando e poetizando o retrocesso. Claro que retrocessos acontecessem, embora não exista nenhum santo que os acalente, Santa Teresa já nos ensina que parar já é retroceder, ou seja, parar é ruim, retroceder pavoroso. Mas retrocessos podem acontecer e acontecem, o ponto que desejo salientar é a reação diante disso. Criar uma ilusão de crescimento e maturidade é o ato mais insano que alguém pode fazer diante de si mesmo, é uma falta de honestidade interior, seria mais adequado dizer " realmente não consegui, pedi pra sair, não dei conta" - embora tragam um traço de esquecimento radicalmente grave num cristão, que quem "dá conta" é Deus em nós, com Ele tudo podemos fazer - mas é mais honesto do que iludir-se com os próprios fracassos. Existem alguns temperamentos que possuem mais problemas com isso, melancólicos, principalmente, naturalmente poéticos, naturalmente dramáticos, naturalmente levados a criar narrativas ilusórias, e podem fazer isso com seus fracassos, já que lhes dói de forma singular fracassar, uma vez que possuem dificuldade em aceitar as coisas brutas do mundo. No entanto, isso é um defeito do temperamento - e no caso atual um defeito de uma geração toda - defeitos devem ser educados não acalentados. Acalentar isso irá lhe fazer distorcer a realidade de formas tão horríveis, acredite. O fracasso é fracasso, é um propósito não feito pode romancear, glamourizar, poetizar, mas isso é somente uma fuga da realidade. E o caminho certo é simplesmente dois: "eu fracassei, mas com ajuda de Deus e meu esforço eu vou conseguir" ou "eu fracassei, não vou continuar, não vou enfeitar nada, eu me responsabilizo". 
07:53 08/07/2021

Podcasts semelhantes